Imobiliário

Dionísio Pestana compra prédio e obriga Beta-i e loja CTT a sair

Lisboa, 08/08/2018 - Número 28 da Avenida Casal Ribeiro em Lisboa.

Fotografia: Pedro Rocha / Global Imagens
Lisboa, 08/08/2018 - Número 28 da Avenida Casal Ribeiro em Lisboa. Fotografia: Pedro Rocha / Global Imagens

Empresário madeirense e grupo de parceiros pagou 12,6 milhões por edifício em Lisboa. Arrendamento não foi renovado.

Dionísio Pestana e um grupo de sócios compraram por 12,6 milhões um edifício detido pelo Fundo de Pensões do Santander Totta na Avenida Casal Ribeiro, em Lisboa, para desenvolver um projeto imobiliário, apurou o Dinheiro Vivo. A mudança de proprietário está a levar à saída da loja dos CTT e da Beta-i do espaço na zona do Saldanha, processo que deverá ficar concluído até final de outubro.

No ano passado o edifício da Casal Ribeiro foi um dos imóveis alienados pelo Fundo de Pensões do Santander Totta, operação que representou uma mais-valia de 1,47 milhões de euros, de acordo com o relatório e contas do fundo. Nesse mesmo ano, o Fundo de Pensões alienou ainda outro antigo edifício dos CTT, na Praça Humberto Delgado, no Porto, por 20 milhões, tendo realizado uma mais-valia de 2,15 milhões. Este último, conhecido como o Palácio dos Correios, foi comprado pela Câmara Municipal do Porto, estando aí instalado o Gabinete do Munícipe, não se concretizando rumores de que o espaço teria sido comprado por um promotor privado para aí instalar um hotel.

Dionísio Pestana, juntamente com outros sócios, será o novo proprietário do edifício da Casal Ribeiro. Na mesma avenida vai nascer, no próximo ano, o Hotel Casal Ribeiro, espaço com oito andares e 56 quartos que resulta da transformação de um edifício de escritórios. As obras do projeto, adjudicado pela Flaming Tranquility à Sacyr Somague, arrancaram em julho e deverão terminar em 15 meses.
Mas não deverá ser esse o destino do edifício comprado por Dionísio Pestana. Ao que foi possível apurar, para o espaço não está previsto um projeto de hotelaria, mas na área de imobiliário. Contactado, o Grupo Pestana, dono de vários hotéis em Portugal e no mercado externo, não quis comentar esta informação.

CTT e Beta-i de saída
A mudança de mãos levou à saída até final de outubro dos atuais inquilinos, os CTT e a Beta-i, que viram os seus contratos de arrendamento não serem renovados. “Iremos sair do imóvel da Avenida Casal Ribeiro no final de outubro de 2018, data em termina o contrato de arrendamento, que vigora desde 2003. Este contrato diz respeito a todo o edifício, que já há muitos anos deixou de ser propriedade dos CTT e onde a empresa atualmente aproveita apenas a loja. Uma vez que não será renovado o contrato de arrendamento para a totalidade do edifício optou-se por transferir a loja CTT para uma nova localização”, diz fonte oficial do operador postal.

A loja da Casal Ribeiro – “que é muito relevante para a atividade dos CTT” – vai ser “transferida para uma localização próxima”, na Avenida João Crisóstomo. “A abertura da nova loja, prevista para outubro, é coincidente com o encerramento da atual loja na Avenida Casal Ribeiro.

A associação de apoio ao empreendedorismo Beta-i, e a principal ocupante do edifício, tem ordem para sair até ao final de outubro, adiantou fonte da empresa ao Dinheiro Vivo. A decisão representa a saída de mais de 50 pessoas para uma nova localização, após em fevereiro a organização responsável pelo programa de aceleração Lisbon Challenge ter fundido operações com a boutique de inovação Couture, que operava no mesmo edifício.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Estado ‘devolve’ em deduções 60% do Adicional ao IMI que cobra

Amoreira Óbidos

Espanha desapareceu do mapa e França descobriu o velho oeste português

António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

EDP quer exportar tecnologia do maior parque eólico flutuante do mundo

Outros conteúdos GMG
Dionísio Pestana compra prédio e obriga Beta-i e loja CTT a sair