Dívida pública portuguesa é a 3ª mais alta da UE

Vítor Gaspar e Passos Coelho
Vítor Gaspar e Passos Coelho

A dívida pública portuguesa aumentou de 117,4% para 120,3% do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo para o terceiro trimestre de 2012, sendo a terceira mais elevada da União Europeia (UE), segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

Os dados trimestrais da dívida pública do gabinete oficial de estatísticas da UE revelam que, além de ter a terceira dívida pública mais elevada, Portugal também registou a terceira maior subida entre o segundo e o terceiro trimestres de 2012 (2,9 pontos percentuais), apenas atrás da Irlanda (5,9 pontos) e da Grécia (3,4 pontos).

Comparativamente com o terceiro trimestre de 2011, a dívida pública portuguesa aumentou 9,9 pontos (era, na altura, de 110,4% do PIB), com os maiores aumentos homólogos a pertencerem a Chipre (17,5 pontos), à Irlanda (13,4 pontos) e a Espanha (10,7 pontos) e as maiores descidas à Hungria (4,8 pontos) e à Letónia (3,6 pontos).No final do terceiro trimestre de 2012, em comparação com os três meses anteriores, o rácio de dívida pública em percentagem do PIB manteve-se praticamente estável, tanto na zona euro como na UE.Entre os 17 países que partilham a moeda única, a dívida pública aumentou de 89,9 para 90% do PIB entre o segundo e o terceiro trimestre do ano passado, enquanto na UE subiu de 85 para 85,1% do PIB.

Já na comparação com o terceiro trimestre de 2011, foram registadas subidas mais significativas, tanto na zona euro (de 86,8% para 90,0% do PIB), como na UE a 27 (de 81,5% para 85,1% do PIB).As dívidas públicas mais elevadas no final do terceiro trimestre de 2012 pertenceram à Grécia (152,6% do PIB) e à Itália (127,3%), seguindo-se Portugal (120,3%) e a Irlanda (117,0%), enquanto as mais baixas foram observadas na Estónia (9,6%), na Bulgária (18,7%) e no Luxemburgo (20,9%).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

NUNO VEIGA / LUSA

Governo apresentou queixa contra 21 pedreiras em incumprimento

Outros conteúdos GMG
Dívida pública portuguesa é a 3ª mais alta da UE