jovens

Dois novos sócios entram no capital social da cooperativa Movijovem

Protocolo é assinado hoje na Pousada da Juventude de Almada.
Protocolo é assinado hoje na Pousada da Juventude de Almada.

O Conselho Nacional da Juventude e a Federação Nacional das Associações Juvenis entram a partir de hoje no capital social da cooperativa Movijovem.

O Conselho Nacional da Juventude e a Federação Nacional das Associações Juvenis entram a partir de hoje no capital social da cooperativa Movijovem, ao abrigo de um protocolo que permitirá uma maior participação dos jovens nas tomadas de decisão.

O protocolo, que concederá a cada uma das estruturas 10% do capital social da Movijovem, será assinado hoje na Pousada da Juventude de Almada, uma das estruturas geridas pela cooperativa.

O secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, disse que a partir do momento em que estão no capital social as duas estruturas representativas dos jovens passam a ter uma palavra e um voto no que diz respeito aos planos de atividade, aos orçamento e à aprovação das contas e dos relatórios.

“Há uma mudança importante. Não concordo com a frase de que os jovens são o futuro porque eles são já o presente e é preciso dar estas ferramentas e instrumentos para a sua participação efetiva”, disse.

João Paulo Rebelo defendeu que “não faz sentido desenvolver políticas para a juventude se ela não estiver no epicentro da decisão dessas políticas”, apontando assim este protocolo como o cumprir de uma aspiração antiga de aposta nas políticas de cogestão na área da juventude.

“A ideia de os envolver é central porque sem esse envolvimento o alheamento é natural porque fica a ideia de que não lhes diz respeito”, salientou.

Segundo o secretário de Estado foi também criado um Conselho Estratégico da Movijovem, que elaborará um parecer prévio sobre as matérias mais relevantes como, por exemplo, o investimento em novas pousadas.

O Conselho Nacional de Juventude (CNJ) e a Federação Nacional de Associações Juvenis (FNAJ) integram, também o Conselho Estratégico, um órgão com quatro membros — dois da parte pública e dois do movimento associativo.

A cogestão, segundo o Ministério da Educação, efetiva-se quando decisores e representantes das populações diretamente afetadas por essas decisões – juventude – se juntam para definir as políticas públicas de juventude.

A Movijovem é uma cooperativa maioritariamente de capitais públicos a quem está atribuída a missão de gerir a rede nacional de turismo juvenil, a rede de Pousadas de Juventude e ainda do Cartão Jovem.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

LUÍS FORRA/LUSA

Dia 6. 50 euros dividem patrões e motoristas

O advogado e porta-voz do sindicato nacional dos motoristas, Pardal Henriques. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Sindicato: “Queremos bases bem definidas para iniciar negociação”

Outros conteúdos GMG
Dois novos sócios entram no capital social da cooperativa Movijovem