BCE

Draghi: Arrefecimento económico afectou Europa Central e Oriental

Mario Draghi, presidente do BCE. REUTERS/Ints Kalnins
Mario Draghi, presidente do BCE. REUTERS/Ints Kalnins

Presidente do BCE explicou que o modelo de negócios dos países da Europa central e oriental "se mostrou vulnerável"

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou hoje que a desaceleração geral também afetou todas as economias da Europa central e oriental, apesar dos benefícios do euro e do mercado único.

Draghi explicou numa conferência organizada pelo BCE, em Frankfurt, que o modelo de negócios dos países da Europa central e oriental “se mostrou vulnerável aos impactos do comércio internacional e às condições financeira”.

No evento participaram ainda a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, e o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos.

O BCE e o FMI falaram sobre as tensões comerciais e como estas afetam os países de Europa central e oriental.

Draghi afirmou ainda que os benefícios do mercado único para a convergência sustentada devem ser consolidados através da implementação de “reformas para alcançar um modelo de crescimento equilibrado que seja menos vulnerável às mudanças nas condições externas, como as que surgiram recentemente”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença, durante a sua audição na Comissão de Saúde, na Assembleia da República, em Lisboa, 27 de fevereiro de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

ADSE já enviou novas tabelas de preços aos privados para negociação

( Álvaro Isidoro / Global Imagens )

Patrões esperam que motoristas cumpram 9,5 horas durante a greve

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Outros conteúdos GMG
Draghi: Arrefecimento económico afectou Europa Central e Oriental