Fórum BCE

Draghi convida governador do Banco da China para vir a Sintra

Stanley Fischer, da Fed, e Mário Draghi, do BCE, no Fórum BCE de 2015. Fotografia: BCE
Stanley Fischer, da Fed, e Mário Draghi, do BCE, no Fórum BCE de 2015. Fotografia: BCE

3.ª edição do Fórum BCE vai debater futuro da arquitetura monetária e financeira internacional. Mais de 150 banqueiros e especialistas em Portugal.

O convidado de honra da edição deste ano, a terceira, do Fórum do Banco Central Europeu (Fórum BCE), é o governador do Banco Popular da China, Zhou Xiaochuan, que se deslocará ao evento que decorre em Sintra de 27 a 29 de junho, anunciou o BCE. Participam nesta conferência anual cerca de 150 pessoas.

Segundo a instituição, este terceiro fórum, que deverá decorrer num resort de luxo sintrense, “irá focar-se sobre o futuro da arquitetura monetária e financeira internacional” já que se trata de “um tópico central entre decisores de política e economistas”.

O fórum de Sintra é o equivalente europeu da famosa cimeira de Jackson Hole, organizada pela Reserva Federal de Kansas City, onde participam mais de uma centena de dirigentes, economistas e banqueiros de todo o mundo para falar do mesmo tipo de assuntos. Este encontro, também num resort de luxo, nas montanhas do Wyoming, costuma acontecer no final de agosto.

A edição do fórum do BCE tem em vista uma maior aproximação à China. Nos últimos anos, o banco central e outras instituições e países ocidentais têm feito uma pressão crescente para que a grande nação oriental faça uma reforma profunda do seu sistema bancário que está ainda nas mãos do Estado ou é muito tradicionalista, continuando sobretudo virado para a economia doméstica.

E também tem aumentado a pressão para que a China deixe o valor da sua moeda mais ao sabor dos mercados. A ideia de fundo é que o yuan chinês deveria valer mais. A China tem resistido a isto pois a taxa de câmbio, a par dos salários muito reduzido, é um dos instrumentos de política que lhe permite manter preços muito baixos nas suas exportações.

“O presidente do BCE, Mario Draghi, e o governador do Banco Popular da China, Zhou Xiaochuan, irão abrir o evento com discursos durante o jantar.”

“Durante dois dias de sessões e painéis, cerca de 150 governadores de bancos centrais, académicos, jornalistas de economia e representantes ao mais alto nível do mercado financeiro trocarão pontos de vista sobre questões de política atuais e discutirão tópicos numa perspetiva de longo prazo”, explica o BCE.

Tal como nas outras duas edições, o BCE promove também um concurso para “jovens economistas”, estudantes de doutoramento, que apresentarão os resultados da suas investigações em formato de cartaz (poster) digital, havendo depois um vencedor que Draghi anunciará no final da conferência.

No ano passado, o convidado principal do evento veio dos Estados Unidos. Foi Stanley Fischer, o vice-presidente da Reserva Federal, e prémio Nobel da Economia. O grande tema de 2015 foi a relação entre inflação e desemprego (curva de Phillips).

A lista completa de oradores e participantes deste ano em Sintra ainda não está fechada.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Leão e Mário Centeno. Foto: Tiago Petinga/Lusa

Governo impõe aumento de 0,3% na função pública. Impacto pode ser de 70 milhões.

João Leão e Mário Centeno. Foto: Tiago Petinga/Lusa

Governo impõe aumento de 0,3% na função pública. Impacto pode ser de 70 milhões.

Christine Lagarde, presidente do BCE. Fotografia: REUTERS/Johanna Geron

Lagarde corta crescimento da zona euro para apenas 1,1% em 2020

Outros conteúdos GMG
Draghi convida governador do Banco da China para vir a Sintra