conjuntura

Economia acelera. PIB cresceu 1,8% no primeiro trimestre

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Economia portuguesa está mais rápida. Em todo o caso, terá de continuar a acelerar para cumprir meta de 1,9% prevista por Mário Centeno

A economia nacional arrancou o ano a crescer 0,5% face ao último trimestre de 2018 (0,4% no trimestre anterior). Em comparação com o mesmo período do ano passado, o PIB português acelerou 1,8%, mostram as Contas Nacionais Trimestrais, divulgadas esta quarta-feira.

A contribuir para o avanço da economia nacional esteve “uma aceleração significativa do investimento” e um contributo da procura interna. Em sentido oposto, “o contributo da procura externa líquida foi mais negativo que o observado no trimestre anterior”, fruto de uma aceleração das importações face às exportações.

Os resultados estão ligeiramente acima das previsões divulgadas pelos economistas contactados pela Lusa e que antecipavam um avanço homólogo da economia de 1,7%. Em todo o caso, para cumprir as expectativas de Mário Centeno, a economia nacional terá de acelerar. A meta das Finanças aponta para um avanço da economia de 1,9% em 2019, um valor que foi revisto em baixa no Programa de Estabilidade – antes previa-se um crescimento de 2,2%. A previsão da Comissão Europeia, FMI e Banco de Portugal não vai além dos 1,7%.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) salienta o importante contributo do investimento, que se sobrepõe ao consumo interno. Mas salienta que Portugal continua a comprar mais ao estrangeiro do que a vender, o que penalizou a procura externa no início deste ano.

É preciso esperar até ao dia 31 de maio para que o INE confirme estes dados que, agora, dizem apenas respeito a uma estimativa rápida.

Europa mantém o ritmo

O Eurostat confirmou, também esta quarta-feira que o ritmo de crescimento da Europa se mantém inalterado. No primeiro trimestre deste ano, o PIB da zona euro cresceu 1,2% e o da União Europeia avançou 1,5%, numa comparação homóloga.

Num olhar em cadeia, ou seja, face ao trimestre anterior, o crescimento do PIB da zona euro e da UE acelerou para os 0,4% (0,2%) e os 0,5% (0,3%), respetivamente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (D), agraciou o empresário, Alexandre Soares dos Santos (E), com a Ordem de Grã-Cruz de Mérito Empresarial, no Palácio de Belém, em Lisboa, 20 de abril de 2017. 

Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Morreu Alexandre Soares dos Santos, o senhor Jerónimo Martins (1934 – 2019)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (D), agraciou o empresário, Alexandre Soares dos Santos (E), com a Ordem de Grã-Cruz de Mérito Empresarial, no Palácio de Belém, em Lisboa, 20 de abril de 2017. 

Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Marcelo condecora Soares dos Santos: empresário de “responsabilidade social”

ng3091740

O dono do Pingo Doce sobre o Estado, a crise e a Europa

Outros conteúdos GMG
Economia acelera. PIB cresceu 1,8% no primeiro trimestre