Eleições EUA

Edições online dos jornais portugueses destacam vitória surpreendente de Trump

Donald Trump Foto: REUTERS/Jonathan Ernst
Donald Trump Foto: REUTERS/Jonathan Ernst

As edições online dos principais jornais portugueses destacam a "imprevisível" e "surpreendente" vitória do republicano Donald Trump.

As edições online dos principais jornais portugueses destacam a “imprevisível” e “surpreendente” vitória do republicano Donald Trump nas presidenciais americanas.

A primeira notícia do jornal Público tem como título: “Trump é o novo Presidente. Hillary aceita a derrota”.

O texto da notícia acrescenta que o “republicano ultrapassou o número mágico dos 270 grandes eleitores”.

“Numa corrida renhida até às últimas contagens, Donald Trump resistiu as polémicas e cumpriu o seu imprevisível caminho até à Casa Branca. O empresário tornou-se esta terça-feira o sucessor de Obama”, refere ainda o jornal Público.

A edição ‘online’ do mesmo jornal acrescenta que o Partido Republicano conseguiu manter o controlo nas duas câmaras do Congresso e que no Senado, os republicanos asseguraram pelo menos 51 lugares contra 45 dos democratas, “apesar de ainda faltar apurar o resultado em alguns estados”.

O ‘site’ do semanário Expresso destaca uma das passagens do discurso de vitória do candidato do Partido Republicano.

“Estarei aqui para vos guiar, ajudar e unir o nosso grande país”, titula o Expresso.

A primeira notícia do semanário Expresso diz que o novo chefe de Estados Unidos “confidenciou que já recebeu um telefonema de felicitação por parte de Hillaray Clinton” e que a vitória contrariou sondagens e previsões.

“Provavelmente contam-se pelos dedos das mãos as sondagens que, de entre as centenas divulgadas ao longo da campanha eleitoral, previram a vitória de Donald Trump. Candidatou-se contra o sistema, contra os políticos, contra os “politicamente corretos” e os “liberais de esquerda”, até contra o próprio Partido Republicano, que nunca o quis a disputar a Casa Branca”, escreve o Expresso.

“Aconteceu. Donald John Trump é o Presidente eleito dos Estados Unidos da América. E ninguém viu isto chegar assim”, destaca o Jornal de Notícias no topo da notícia com o título: “Serei presidente de todos os americanos”.

O JN escrevia ainda, no topo do seu ‘site’, “que o bilionário, que conduziu uma campanha populista e contra o sistema, surpreendeu os Estados Unidos e o mundo” ao conquistar mais do que os 270 votos do colégio eleitoral necessários para poder entrar na Casa Branca pela porta grande.

“Foi um vendaval republicano que varreu o mapa eleitoral norte-americano e que ajudou Donald Trump a vencer Estados essenciais como a Florida, o Ohio e a Pensilvânia, assim como os Estados do sul dos EUA, tradicionalmente republicanos. Para Hillary Clinton ficaram os Estados das costas Oeste e Este, que no entanto não foram suficientes para sequer se aproximar do republicano”, destaca o Jornal de Notícias.

O jornal ‘online’ Observador diz que foi uma “surpresa total” e uma “vitória plena” e o Diário de Notícias destaca que Hillary Clinton já ligou a Donald Trump para assumir a derrota e dar-lhe os parabéns pela vitória.

O Correio da Manhã destaca como principal notícia o caso sobre o alegado homicida de Aguiar da Beira que se entregou às autoridades.

A segunda notícia do Correio da Manhã, acompanhada de uma fotografia, indica que “Trump é o novo presidente dos Estados Unidos”.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Foto: Leonel de Castro/Global Imagens

Famílias com 12 meses para pagarem rendas do estado de emergência

(João Silva/ Global Imagens)

Papel higiénico, conservas:em 2 semanas, portugueses gastam 585 milhões no super

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

140 mortos e 6408 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Edições online dos jornais portugueses destacam vitória surpreendente de Trump