Habitação

Edifício de renda acessível em Benfica terá 14 casas por andar

Chave de casa

CDS afirma que as áreas se parecem com as da habitação social.

Esta quinta-feira, será votado o lançamento de um concurso público para mais uma operação do Programa de Renda Acessível (PRA) para Benfica e Marvila. O projeto para Benfica é um edifício com um máximo de 23 andares, cada um com 14 apartamentos, escreve o Público.

A planta-tipo desse imóvel, um dos seis previstos, “especialmente pensado para jovens em início de vida ativa”, de acordo com fonte do gabinete da vereadora da Habitação citada pelo mesmo jornal, mostra 14 apartamentos com áreas entre os 36 metros quadrados (T0) e os 94 (T3). Ao todo, o prédio poderá ter 314 fogos.

O CDS, líder da oposição ao executivo de Medina considera o projeto “insólito”, argumentando que a segurança e manutenção do edifício poderão acarretar alguns riscos. “Num só prédio vamos ter 2500 a 3000 pessoas. Parece que estão a engavetar pessoas”, referiu o vereador João Gonçalves Pereira.

O centrista acusa ainda o executivo de estar a usar medidas de habitação social, “a preços para a classe média”, desvirtuando as regras do programa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Carlos Costa, Governador do Banco de Portugal

BES: Processos contra Banco de Portugal caem para metade

O primeiro-ministro, António Costa, gesticula durante o debate quinzenal na Assembleia da República, em Lisboa, 19 de março de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

António Costa: “Portugal vai continuar a crescer acima da média europeia”

Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/ LUSA

Rendas na energia: João Matos Fernandes encontrou “ambiente crispado”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Edifício de renda acessível em Benfica terá 14 casas por andar