Energia

Afinal, a luz vai aumentar em 2018. EDP Comercial sobe preços em 2,5%

António Mexia, presidente executivo da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes
António Mexia, presidente executivo da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

A EDP Comercial vai aumentar o preço da eletricidade em 2018. O aumento médio deverá rondar os 2,5%, informou a energética.

Os clientes já começaram a ser informados através de carta ou email sobre a atualização das tarifas, e têm 14 dias para rescindir o contrato e mudar de operador, caso queiram.

Os aumentos terão efeito a partir de 18 de janeiro do próximo ano. Na prática, uma fatura média mensal de 43,1 euros vai aumentar um euro, para 44,1 euros. A mudança vai afetar os 4,2 milhões de clientes da EDP Comercial.

Face ao mercado regulado, os preços da EDP serão 0,80 cêntimos mais elevados.

A EDP garante, no entanto, que “mantém os preços competitivos face ao mercado regulado”, exceto na tarifa bi-horária.

No caso de um casal sem filhos, por exemplo, os preços mantêm-se 0,4% abaixo do mercado regulado, explica a empresa. Já para um casal com dois filhos, os preços ficam 0,7% abaixo dos praticados no mercado regulado. Um casal com quatro filhos pagará menos 1,3%.

A elétrica garante que quis “privilegiar as famílias” cujo consumo de eletricidade seja mais elevado.

A EDP optou ainda por não oferecer aos clientes a possibilidade de regressar à tarifa equiparada ao mercado regulado.

Segundo o último relatório sobre o mercado liberalizado da eletricidade divulgado pela ERSE, a EDP Comercial é o principal operador do mercado livre de energia em número de clientes, com uma quota de 84%.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Desemprego de longa duração disparou

Subsídio extra vai chegar a 13 mil desempregados de longa duração

O Fórum Económico Mundial reúne em Davos, uma pequena comuna suíça, líderes mundiais na área dos negócios, economia e política (EPA/GIAN EHRENZELLER)

Lotação esgotada em Davos para conhecer Portugal

Christine Lagarde. Fotografia: REUTERS/Denis Balibouse

FMI. Christine Lagarde elogia cluster Autoeuropa no fórum de Davos

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Afinal, a luz vai aumentar em 2018. EDP Comercial sobe preços em 2,5%