Energia

EDP Renováveis ganha contratos para construir 490 MW eólicos na Colômbia

parque_eolico
Foto: EDP

A Colômbia é o 14º mercado no qual a EDP Renováveis vai operar e o terceiro na América Latina, depois do Brasil e do México.

Em comunicado enviado esta quarta-feira à Comissão do Mercado de Vamos Mobiliários (CMVM), após o fecho do mercado, a EDP – Energias de Portugal, S.A. informou hoje que, através da sua subsidiária EDP Renováveis detida a 82.6%, assegurou dois contratos de aquisição de energia de 15 anos num leilão renovável organizado pelo governo Colombiano.

No total, estes contratos vão permitir à EDP construir 490 MW na Colômbia, sendo que a empresa está já numa fase avançada no desenvolvimento destes parques eólicos. Este é o 14º mercado mundial em que a EDP Renováveis marca presença e “o eixo da consolidação do seu negócio na América Latina”, depois do Brasil e do México.

“Os contratos de longo-prazo são relativos a energia renovável que irá ser produzida por dois parques eólicos, nomeadamente Alpha, com capacidade registada de 212 MW, e Beta, com 280 MW, A entrada em operação dos parques deverá ocorrer em 2022.

Os dois projetos, ambos em fase de desenvolvimento pela EDP, foram selecionados no leilão de capacidade em Marco de 2019”, informou a elétrica no mesmo comunicado, acrescentando ainda que “com estes projetos, a EDP expande a sua presença geográfica ao entrar num novo mercado com desenvolvimento sustentável dos recursos energéticos renováveis”.

“A entrada da EDPR na Colômbia é uma peça fundamental da estratégia e plano de negócios de empresa”. Como anunciado no Strategic Update de 12 de março de 2019, com este novo contrato a EDP tem atualmente assegurado 60% dos cerca de 7 GW de capacidade build-out prevista para o período de 2019-2022.

“Como parte da sua estratégia de crescimento, a EDP continua a analisar oportunidades de crescimento, enquanto desenvolve projetos rentáveis focados em países com perfil de baixo risco e estabilidade regulatória, como é o caso da Colômbia.

 

No continente latino-americano, a empresa pretende continuar a crescer no âmbito da sua estratégia de avaliação de oportunidades e desenvolvimento de projetos, rentáveis e centrados em mercados com perfis de risco reduzido e com estabilidade normativa, tanto de energia eólica como de energia solar fotovoltaica. A 31 de junho a EDP Renováveis tinha uma capacidade instalada de 6029 MW no continente americano, incluindo as operações no Canadá e nos Estados Unidos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Plasticos

Garrafas de plástico a troco de descontos nos supermercados só em março

rui

Rui Rio reeleito quer “começar a ganhar o país” com o PSD

Foto: DR

Portugueses gastam 196 milhões em comida pronta nos supermercados

EDP Renováveis ganha contratos para construir 490 MW eólicos na Colômbia