Bolsa

Efanor lança OPA sobre Sonae Indústria e Sonae Capital

Cláudia e Paulo Azevedo. Fotografia: José Carmo/Global Imagens
Cláudia e Paulo Azevedo. Fotografia: José Carmo/Global Imagens

A Efanor poderá gastar mais de 80 milhões de euros para retirar as duas empresas de bolsa.

A Efanor Investimentos, holding da família Azevedo (dona dos supermercados Continente), acaba de lançar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a participada Sonae Indústria e outra sobre a Sonae Capital. A Efanor detém 68, 608% do capital social e direitos de voto da Sonae Indústria. Já da Sonae Capital responde por 62,802% do capital social e 63,738% dos direitos de voto. O objetivo é tirar estas empresas do mercado de capitais.

Segundo o anúncio preliminar de lançamento da oferta enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Efanor oferece 1,14 euros por ação do grupo de derivados de madeira, o que traduz um prémio de 77% em relação ao preço de negociação de 0,644 euros, no fecho da sessão de dia 30 de julho.

Já pelos títulos da Sonae Capital a proposta é de 70 cêntimos, um prémio de 46,8% face ao preço de negociação de 0,477 euros, no fecho da sessão de quinta-feira. Em ambas as operações, a Efanor prepara-se para investir perto de 80 milhões de euros.

A Efanor determinou que o sucesso das operações fica condicionado à aquisição de 90% do capital em cada uma das empresas. “A eficácia da Oferta ficará subordinada a que a Oferente passe a deter, em consequência de oferta pública de aquisição, mais de 90% dos direitos de voto”, lê-se no anúncio enviado à CMVM.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Foto: EPA/PATRICK SEEGER

Bruxelas dá luz verde a Banco Português de Fomento

Exemplo de ouro numa loja de câmbio em Klaaswaal, Países Baixos. (EPA/ROBIN VAN LONKHUIJSEN)

Ouro atinge recorde e excede os 2 mil dólares

Centenas de turistas visitam todos os dias os jardins do Palácio de Cristal, no Porto. Fotografia: Leonel de Castro/Global Imagens

FMI: Portugal com perdas acima de 2% do PIB devido à quebra no turismo

Efanor lança OPA sobre Sonae Indústria e Sonae Capital