Imobiliário

1 em cada 5 casas vendidas pela Century 21 foi para estrangeiros

Fotografia: Global Imagens
Fotografia: Global Imagens

Belgas já estão entre os estrangeiros que mais compram casa em Portugal, de acordo com a Century 21.

Os belgas estiveram entre os estrangeiros que mais investiram em imobiliário em Portugal ao longo do ano passado e entraram mesmo para o Top 5 das compras com capitais estrangeiros realizadas pela Century 21, que no ano passado representaram 19% das transações da rede em Portugal. A responsável da imobiliária para o Benelux, Isabelle Vermier, antecipa um crescimento da procura em 2018.

Depois de vários anos a olhar para o mercado espanhol, belgas, holandeses e luxemburgueses começaram a centrar atenções em Portugal e a canalizar para cá muitas das suas intenções de compra de um imóvel para investir ou para servir de segunda habitação. Isabelle Vermier não se surpreende com este crescente interesse porque, à estabilidade política, ao clima e à facilidade de acesso, junta-se o facto de o mercado português ser uma novidade e estar na moda.

O regime dos residentes não habituais (RNH) tem também dado uma ajuda quando chega o momento de decidir o destino do investimento. “ O facto de os preços serem ainda competitivos quando comparados com outras capitais europeias e o programa para os residentes não habituais são duas das razões que tornam o país tão atrativo para investir”, precisou.

Os mais jovens têm manifestado maior preferência pela aquisição de apartamentos de menor dimensão nos centros de Lisboa e Porto. Mas há também uma maior procura por casas na zona litoral. “São pessoas que querem vir com a família e ter espaço para receber os amigos e que, por isso, compram casas de maior dimensão”. França, Brasil, China, Bélgica e Reino Unido foram os responsáveis pelo maior número as compras realizadas por estrangeiros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante a cerimónia de assinatura de declaração de compromisso de parceria para Reforço Excecional dos Serviços Sociais e de Saúde e lançamento do programa PARES 3.0, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em Lisboa, 19 de agosto de 2020. ANDRÉ KOSTERS/LUSA

“Na próxima semana podemos chegar aos 1000 casos por dia”, avisa Costa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. FILIPE FARINHA/LUSA

Marcelo promulga descida do IVA da luz consoante consumos

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Apoio a rendas rejeitado devido a “falha” eletrónica

1 em cada 5 casas vendidas pela Century 21 foi para estrangeiros