Diplomacia

Embaixador de Portugal nos EUA eleito diplomata do ano

Domingos Fezas Vital (D.R.)
Domingos Fezas Vital (D.R.)

Domingos Fezas Vital venceu o prémio pelo apoio às exportações portuguesas e preservação das relações económicas entre Portugal e EUA.

Domingos Fezas Vital, embaixador de Portugal nos Estados Unidos, foi eleito o melhor diplomata económico do ano, prémio da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP), que distingue o chefe de missão diplomática que se tenha destacado na defesa e apoio à internacionalização de empresas portuguesas e na captação de investimento estrangeiro.

O prémio foi atribuído ao embaixador “pelo desenvolvimento de uma notável ação comercial de apoio às exportações portuguesas e de preservação das boas relações económicas entre os dois países, no complexo contexto das relações dos Estados Unidos com o resto do mundo”, declara a CCIP em comunicado. A Câmara de Comércio destaca especialmente o trabalho realizado por Domingos Fezas Vital junto do Departamento de Comércio dos EUA no que toca à reversão de taxas antidumping para as empresas portuguesas.

Também a iniciativa do mês de Portugal nos Estados Unidos em junho de 2018, acontecimento que envolveu a visita de vários estados norte-americanos e onde foram assinados acordos bilaterais e protocolos de cooperação, mereceu reconhecimento do júri.

Com o valor de 25 mil euros, espera-se que o prémio contribua para a melhoria do desempenho da Missão Diplomática premiada.

De acordo com a CCIP, o mercado norte-americano absorve mais de 5% das exportações nacionais, as quais, desde 2013, tiveram um crescimento anual de 8,6%.

O prémio Francisco de Melo e Torres é atribuído desde 2013 pela CCIP ao chefe de missão diplomática que, ao longo do ano, se tenha destacado na defesa e apoio à internacionalização de empresas portuguesas e na captação do investimento estrangeiro, contribuindo para o crescimento da economia portuguesa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Presidente executivo da TAP Antonoaldo Neves. Fotografia: NUNO FOX/LUSA

TAP faz emissão de dívida só para investidores institucionais

Outros conteúdos GMG
Embaixador de Portugal nos EUA eleito diplomata do ano