Turismo

Emprego em restauração e hotelaria está no máximo de sempre

Alojamento e restauração criaram 35,8% do total de novos empregos no segundo trimestre deste ano, sublinhou a AHRESP.

Nunca tantas pessoas trabalham no setor do alojamento e restauração: 338.700 pessoas, de acordo com os dados do segundo trimestre deste ano do Instituto Nacional de Estatística. Foi a “variação homóloga positiva mais elevada de sempre, +19,7% (+55.800 postos de trabalho”, apontou a Associaçãoda Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).

“O segundo trimestre de 2017 registou um novo máximo histórico na empregabilidade do Canal HORECA [hotéis, restaurantes e cafés], com 338 700 postos de trabalho, quando no período homólogo (2º trimestre 2016) se registaram 282.900 postos de trabalho”, destacou a associação, em comunicado sobre o setor.

Assim, o setor da Restauração terá criado 40 mil novos postos de trabalho (+18%) e o do Alojamento evoluiu mais depressa ainda (+26,2%), criando mais 15.800 empregos. Juntos, representaram 35,8% do total de novo emprego criado no país no segundo trimestre deste ano.

A AHERESP revelou, ainda, que “as expectativas apontam para que o 3º trimestre de 2017 (correspondente à época alta) registe um novo máximo histórico”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Restaurante em Vila Real de Santo António. (LUÍS FORRA / LUSA)

Destruição de emprego na pandemia é toda à custa de trabalhadores mais pobres

Fotografia: D.R.

Cofina em alta após lançar OPA sobre a Media Capital

Fotografia: D.R.

Proprietários receiam extensão das moratórias das rendas comerciais

Emprego em restauração e hotelaria está no máximo de sempre