Comércio eletrónico

Empresa chinesa Alibaba torna-se patrocinador oficial dos Jogos Olímpicos

A empresa chinesa de comércio eletrónico Alibaba tornou-se hoje patrocinador oficial dos Jogos Olímpicos.

A empresa chinesa de comércio eletrónico Alibaba tornou-se hoje patrocinador oficial dos Jogos Olímpicos, depois de fechar um acordo com o Comité Olímpico Internacional (COI).

A empresa chinesa informou, através de comunicado, que o patrocínio irá durar até 2028 e que se irá converter no distribuidor oficial dos serviços de armazenamento digital e comércio online, assim como num cofundador do Canal Olímpico.

Com este acordo, Alibaba passará a fazer parte da reduzida lista de patrocinadores incluídos na The Olympic Program (TOP), que representa o nível mais alto de colaboração entre empresas e o movimento olímpico.

O acordo foi também abordado na Suíça pelo presidente do COI, Thomas Bach, e por diretores da Alibaba, entre os quais se encontravam o fundador e proprietário do Grupo Alibaba, Jack Ma.

“É uma aliança revolucionária e inovadora e vai ajudar-nos a impulsionar a eficiência na organização dos Jogos Olímpicos até 2028”, explicou o presidente do COI.

Para o fundador da Alibaba, que é um dos homens mais ricos da China, esta colaboração foi feita com base em “valores” partilhados e na visão comum de “conectar o mundo e enriquecer a vida das pessoas”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Novo Banco prevê redução de 1,7 mil milhões de malparado em 2020

Sede do Novo Banco, ex-BES, na Avenida da Liberdade.
(Ângelo Lucasl / Global Imagens )

Novo Banco não afasta que possa vir a pedir mais capital ao Fundo de Resolução

Empresa chinesa Alibaba torna-se patrocinador oficial dos Jogos Olímpicos