Lisbon Mobi Summit

Empresas inovadoras receberam prémios Global Mobi Awards

A carregar player...
Empresas inovadoras receberam prémios Global Mobi Awards

Os prémios para os vencedores da primeira edição dos Global Mobi Awards OK teleseguros 2018, uma iniciativa do Global Media Group e do site Motor24, foram entregues na noite desta quinta-feira na Central Tejo, à margem do Lisbon Mobi Summit.

O júri, presidido por Robert Stussi, constituído por jornalistas, académicos, especialistas em mobilidade e transportes bane como representantes de empresas e associações, atribuiu oito prémios e ainda seis menções honrosas, numa cerimónia que decorreu no contexto da Lisbon Mobi Summit em Lisboa.

Os Global Mobi Awards Ok teleseguros estão divididos em duas grandes áreas – uma primeira destinada a produtos, veículos e tecnologias e uma segunda destinada a práticas, projetos e organizações do setor da mobilidade.

O prémio Cidades, foi atribuído ao projeto de mobilidade urbana de Cascais (Mobi Cascais), enquanto o projeto para descarbonização dos transportes públicos de Coimbra dos Serviços Municipalizados de Transportes e Urbanismo de Coimbra (SMTUC) venceu o prémio destinado a Empresas/Organizações.

Na categoria Cidadania, o projeto vencedor foi o MUV Fundão, apresentado pela Bag Consulting. No que respeita aos prémios destinados aos produtos, tecnologias e veículos, os vencedores foram: Nissan Leaf (Carro Elétrico), Hyundai Ioniq PHEV (Carro Híbrido e Plug In), UOU Electric Vehicle (Veículo Elétrico Leve), Volvo Pilot Assist (Tecnologia de Apoio) e Nissan e-NV200 (Veículo Elétrico de Frotas).

Foram ainda atribuídas Menções Honrosas aos seguintes projetos: MUV Viseu, Be Águeda (CM de Águeda), Just Drive (Zeev), Lisboa cidade mais sustentável (EMEL), Construção de ciclovia e passagem pedonal na Ponte 25 de Abril (Alma Lisboa) e Ecovoltas solidárias (Ecokart Portugal).

Mais de 40 entidades apresentaram candidaturas nas diversas categorias destes prémios.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa,19/06/2015- Daniel Traça , Diretor da Faculdade e Professor de Economia, na Nova Business School, Campus de Campolide.
(Paulo Spranger/ Global Imagens)

“Parte da contribuição para a S.S. devia poder ser usada para formação”

( Gustavo Bom / Global Imagens )

Venderam-se mais 79 casas por dia até junho, 7 novas

Fotografia: Leonardo Negrão/Global Imagens

Patrões dizem não a subida do salário mínimo que vá além dos 600 euros

Outros conteúdos GMG
Empresas inovadoras receberam prémios Global Mobi Awards