Emprego

Empresas portuguesas entram em 2019 a contratar

grossistas

Empresas do norte e centro são as que mais vão contratar no início do ano.

As empresas portuguesas vão entrar no novo ano a contratar. Os resultados do ManpowerGroup Employment Outlook Survey, onde foram entrevistados mais de 60 mil empregadores em 44 países, projetam uma criação líquida de emprego de 9% para Portugal no primeiro trimestre de 2019.

Os setores do comércio grossista e retalhista e do fornecimento de eletricidade, gás e água são os que mais vão contratar neste período, mais 15% e 14%, respetivamente. Segue-se o setor das finanças, seguros, imobiliário e serviços, que preveem intenções de contratação de mais 13%.

De acordo com o estudo, as contratações vão ocorrer essencialmente nas regiões norte e centro, que reportam previsões de crescimento líquido de emprego de 11%. Pelo contrário, na região sul, as empresas não mostras intenções de aumentar as suas equipas, prevendo-se até um recuo de 18% face ao ano passado.

“Depois de um ano marcado por um aumento significativo nas intenções de contratação, é natural que haja uma tendência de estabilização, o que está refletido nas projeções do Manpower Group Employment Outlook Survey para o primeiro trimestre de 2019”, afirma Raúl Grijalba, Mediterranean Regional Managing Director da ManpowerGroup. “O grande desafio será encontrar um equilíbrio certo entre as capacidades dos candidatos e as novas exigências do mercado de trabalho”, acrescenta.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Visita de Angela Merkel à Bosch, em Braga. A chanceler alemã foi
acompanhada pelo primeiro-ministro, António Costa.
Fotografia: Artur Machado/ Global Imagens

O país aguenta uma nova crise? Agências de rating divididas

Lisboa, 19/7/2019 - Eduardo Marques, Presidente da AEPSA- Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente-  uma associação empresarial, criada em 1994, que representa e defende os interesses coletivos das empresas privadas com intervenção no setor do ambiente,
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Eduardo Marques. “Há um grande espaço para aumentar as tarifas da água”

Fotografia: Gleb Garanich/ Reuters.

Greve: Ryanair diz que não houve cancelamento de voos esta manhã

Outros conteúdos GMG
Empresas portuguesas entram em 2019 a contratar