Agroalimentar

Empresas portuguesas marcam presença em feira do setor agroalimentar em Berlim

A participação portuguesa insere-se no Projeto Conjunto de Internacionalização 2016-2018, financiado pelo COMPETE 2020.

A Associação do Cluster Agroalimentar do Centro (InovCluster) juntamente com cerca de dez empresas portuguesas marca presença na feira de agricultura, floricultura e alimentação, que se inicia esta quinta-feira em Berlim e decorre até ao dia 28 de janeiro.

Pela quinta vez consecutiva, Portugal conta com uma participação conjunta na Green Week, através da InovCluster, com o objetivo de promover o contacto com os agentes económicos do setor agroalimentar. O evento vai contar com a visita do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos.

“O setor agroalimentar é já um dos grandes motores da economia nacional, exportando 95% do que produz, e a Green Week é um palco privilegiado no que toca a mostrar ao mundo a qualidade dos produtos portugueses, mas não só. Para os empresários, estas feiras são uma excelente oportunidade para estabelecer contactos, gerar negócios e afirmar os produtos nacionais e o setor agroalimentar português no mercado europeu e mundial”, disse, em comunicado, a presidente da associação agroalimentar, Cláudia Domingues Soares.

Entre as empresas portuguesas que vão estar presentes na mostra internacional, encontram-se a Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha, o Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo, a produtora de queijos Damar e a Beira Salgados.

A associação refere que estarão presentes na Green Week mais de mil expositores de 67 países e são esperados mais de 400 mil visitantes.

A participação portuguesa insere-se no Projeto Conjunto de Internacionalização 2016-2018, financiado pelo COMPETE 2020.

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) referentes a 2015, entre os principais produtos exportados de Portugal para o mercado alemão destacam-se as bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres (48,1 milhões de euros), frutas (34,9 milhões de euros) e preparações de produtos hortícolas (29,8 milhões de euros).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
PORTUGAL REUNIÃO DA CONCERTAÇÃO SOCIAL

Corrida ao subsídio de desemprego explode durante a pandemia

Aviao TAP

TAP reforça rede em outubro: 82 rotas e 666 voos semanais no plano

TAP

Só 1 em cada 20 passageiros no Porto voa na TAP

Empresas portuguesas marcam presença em feira do setor agroalimentar em Berlim