IRC

Empresas têm mais um mês para entregarem IRC

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens
António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

O prazo terminava no dia 31 de maio, mas o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais prorrogou até 30 de junho.

As empresas têm até ao dia 30 de junho para entregarem o modelo 22 do IRC, referente aos rendimentos de 2018. O prazo é alargado por 30 dias.

No despacho de prorrogação do prazo, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, determina que “as obrigações fiscais previstas no n.º1 do artigo 120.º e na alínea b) do n.º1 do artigo 104.º do Código do IRC, relativa à entrega da declaração periódica de rendimentos de IRC (declaração Modelo 22) do período de tributação de 2018 possa ser cumprida até 30 de junho de 2019, sem penalidades.”

No início deste ano foram introduzidas várias alterações ao modelo 22 e nos anexos. No despacho, Mendonça Mendes lembra que “têm vindo a ser introduzidas alterações legislativas com vista à otimização dos prazos de entrega das declarações fiscais, potenciando o cumprimento voluntário atempado”, acrescentando que a administração tributária tem o dever de assegurar aos contribuintes a possibilidade de cumprirem as suas obrigações tributárias num prazo razoável”, conclui o secretário de Estado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EPA/WILL OLIVER

Brexit: Londres e Bruxelas chegam a acordo

Michel Barnier, negociador-chefe da Comissão Europeia, em conferência de imprensa no edifício do Conselho Europeu, em Bruxelas, nesta quinta-feira, 17 de outubro. Foto:  REUTERS/Francois Lenoir

Brexit: Um acordo que responde “às circunstâncias únicas da Irlanda”

Michel Barnier, negociador-chefe da Comissão Europeia, em conferência de imprensa no edifício do Conselho Europeu, em Bruxelas, nesta quinta-feira, 17 de outubro. Foto:  REUTERS/Francois Lenoir

Brexit: Um acordo que responde “às circunstâncias únicas da Irlanda”

Outros conteúdos GMG
Empresas têm mais um mês para entregarem IRC