Florestas

Endesa apoia reflorestação de cerca de 20 hectares em Gouveia

Eucaliptos. Fotografia: D.R.
Eucaliptos. Fotografia: D.R.

A autarquia de Gouveia anunciou, esta sexta-feira, que a Endesa Portugal vai financiar a plantação de 15 mil árvores em áreas ardidas do concelho.

A Câmara Municipal de Gouveia anunciou, esta sexta-feira, que a empresa Endesa Portugal vai financiar a plantação de 15 mil árvores em áreas ardidas do concelho, no âmbito do plano de reflorestação que o município está a executar.

A autarquia de Gouveia refere em comunicado hoje enviado à agência Lusa que a parceria com a Endesa “vai permitir reflorestar cerca de 20 hectares de área ardida” naquele município da Serra da Estrela, no distrito da Guarda.

Segundo a fonte, a empresa pretende dar o seu contributo para a reflorestação do concelho de Gouveia, “que viu perto de 50% da sua mancha florestal desaparecer na sequência dos incêndios de 15 e 16 de outubro” de 2017.

O acordo celebrado entre a Endesa e o Município de Gouveia prevê o patrocínio de ações de reflorestação promovidas pela autarquia no ano de 2018.

No âmbito da parceria, será realizada uma ação de voluntariado, no dia 01 de maio, por colaboradores daquela empresa energética, que vão reflorestar uma área ardida da “Mata da Câmara”, refere ainda a autarquia de Gouveia.

As chamas de outubro atingiram 11 das 16 freguesias de Gouveia e calcula-se que destruíram “mais de mil hectares de área” do concelho, situando-se “a larga maioria” no perímetro do Parque Natural da Serra da Estrela.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EUA China

China retalia na ‘guerra’ com os EUA com tarifas em 75 mil milhões de bens

Emmanuel Macron, presidente francês. Fotografia: Direitos Reservados

Fogos na Amazónia: França e Irlanda ameaçam bloquear acordo com Mercosul

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, intervém durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto de situação sobre a crise energética, no Ministério do Ambiente e da Transição Energética, em Lisboa, 13 de agosto de 2019. JOÃO RELVAS / LUSA

Ministro do Ambiente: “Há cada vez mais condições” para que greve não aconteça

Outros conteúdos GMG
Endesa apoia reflorestação de cerca de 20 hectares em Gouveia