Energia

Endesa de olho no mercado hoteleiro, oferece preços “mais competitivos”

Nuno Ribeiro da Silva, presidente da Endesa, (Gerardo Santos / Global Imagens)
Nuno Ribeiro da Silva, presidente da Endesa, (Gerardo Santos / Global Imagens)

O presidente da Endesa sublinhou que "a maior informação dos consumidores obriga o sector da energia a customizar serviços e produtos”

A Endesa e a AHP – Associação da Hotelaria de Portugal assinaram um protocolo de cooperação que vai permitir ao sector da hotelaria aceder a “condições comerciais mais competitivas”. Ou seja, preços mais baixos na fatura energética para os hotéis portugueses.

Na assinatura do protocolo, Raul Martins, presidente da AHP, destacou que “os custos com as utilities são um dos principais desafios à operação hoteleira no nosso país, pelo que este protocolo vem ao encontro de uma questão real na área da energia”. Já Nuno Ribeiro da Silva, presidente da Endesa Portugal, sublinhou que “não há soluções iguais para todos: os fornecedores têm também de se ir adaptando a uma maior volatilidade de comportamentos, à não fidelização, a uma maior informação dos consumidores o que obriga o sector da energia a customizar serviços e produtos”

Líder no segmento de clientes industriais (com 27,4% da quota de mercado), de acordo com os dados da Entidade reguladora dos Serviços Energéticos, a Endesa tem apostado também em aumentar o número de clientes domésticos, segmento onde a EDP domina (com 75,7%) e a Endesa se posiciona em terceiro lugar (6,4%, a seguir à Iberdrola (6,6%).

Para isso, a Endesa tem lançado várias ofertas comerciais, como os power packs (pacotes de consumo de eletricidade e gás natural com um preço mensal fixo) e novas campanhas com descontos até 12% sobre o total da fatura de luz e gás. Os novos clientes são premiados com um voucher-experiência e podem participar num passatempo e ganhar um Iphone XS.

 

“Com esta campanha, a Endesa pretende aumentar a sua quota em Portugal e demostrar uma vez mais porque é que é a alternativa clara no mercado nacional”, referiu a empresa, que está agora de olho no potencial do setor hoteleiro.

A parceria agora assinada entre a AHP e a ENDESA, além de dar condições comerciais mais competitivas para a hotelaria, irá também permitir aos associados da AHP ficarem a conhecerem melhor o mercado energético.

Segundo Miguel Mendes, General Manager – B2B da Endesa, será também possível com este protocolo otimizar os hotéis na vertente energética, utilizando um conjunto de ferramentas e técnicas avançadas de compra de energia, saber qual a melhor altura para o fazer, estar a par das mais recentes soluções de eficiência energética e ainda ter o apoio de um gestor 100% dedicado.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Trump Xi China

Trump ameaça China. “Não precisamos deles, esta é uma grande oportunidade”

Emmanuel Macron, presidente francês. Fotografia: Direitos Reservados

Fogos na Amazónia: França e Irlanda ameaçam bloquear acordo com Mercosul

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, intervém durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto de situação sobre a crise energética, no Ministério do Ambiente e da Transição Energética, em Lisboa, 13 de agosto de 2019. JOÃO RELVAS / LUSA

Ministro do Ambiente: “Há cada vez mais condições” para que greve não aconteça

Outros conteúdos GMG
Endesa de olho no mercado hoteleiro, oferece preços “mais competitivos”