Imobiliário

Engel & Völkers cria ‘mercado’ de agentes imobiliários para vender em Lisboa

Fotografia: Engel & Völkers
Fotografia: Engel & Völkers

Novo Market Center é comparável a 30 agências. Espaços do Parque das Nações e Restelo mantêm-se abertos

Já existia noutros países e agora chega a Lisboa. A Engel & Völkers criou um Market Center, que reúne num mesmo espaço vários consultores imobiliários. O novo espaço nasce na Avenida da Liberdade, em Lisboa, e representa um investimento de 1,3 milhões de euros.

“A aposta neste modelo inovador, com um foco claro na aproximação da marca aos clientes,pretende trazer mais valor ao mercado da mediação imobiliária em Portugal e uma melhoria na proposta da Engel & Völkers, diferenciando-a positivamente de toda a concorrência, num segmento particularmente exigente e sofisticado como o dos imóveis residenciais e comerciais de luxo”, explica Juan-Galo Macià, CEO da Engel & Völkers para Espanha, Portugal e Andorra.

A multinacional alemã começou por levar este conceito para Espanha, onde já existe em Barcelona, Madrid e Valência, e depois alargou-o a Roma, Paris, Dubai e Nova Iorque. Na prática, este mercado reúne num só ponto vários consultores da marca, substituindo, de certa forma, as várias lojas de consultoria imobiliária a que este ramo habituou os portugueses.

“Queríamos um espaço com uma localização central para trabalhar toda a cidade de Lisboa e em regime de open space, com pelo menos 500 metros quadrados, capaz de acomodar a equipa de staff e 150 consultores imobiliários”, detalha Juan-Galo Macià.

Este enorme mercado equivale a 30 agências padrão e vai alimentar as necessidades do mercado imobiliário em Lisboa, abrangendo os segmentos de compra e venda de imóveis residenciais de alto nível e qualidade, diz a empresa em comunicado.

A equipa que passa agora para a principal artéria da cidade de Lisboa – e também a mais cara numa ótica imobiliária -, será liderada por Pedro Branco, diretor-geral deste mercado, que terá a seu cargo uma equipa de 165 pessoas, 150 deles consultores imobiliários.

Mas isto não significa que deixará totalmente de haver lojas da Engel & Völkers pela cidade, uma vez que se vão manter agência operadas em regime de franchising.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: REUTERS/Rafael Marchante

Portugal entre os países europeus que ficaram mais desiguais

Foto: REUTERS/Rafael Marchante

Portugal entre os países europeus que ficaram mais desiguais

Angel Gurria, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Mario Guzmán

OCDE mais pessimista. Sinais vermelhos para a economia

Outros conteúdos GMG
Engel & Völkers cria ‘mercado’ de agentes imobiliários para vender em Lisboa