Energia

ERSE precisa de “recursos adequados” devido ao reforço de competências

Vítor Santos, antigo Presidente da ERSE
Vítor Santos, antigo Presidente da ERSE

A ERSE está preparada para responder ao reforço de competências, mas precisa de recursos humanos adequados.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) está preparada para responder ao reforço de competências, mas terá que ser dotada de recursos humanos adequados, disse à Lusa o presidente Vítor Santos.

À margem da cerimónia de comemoração dos 20 anos de atividade da ERSE, Vítor Santos disse que o organismo está habituado a responder “a novos desafios” e desta vez não será diferente, adiantando estar disponível para ajudar, apesar de em janeiro terminar o mandato.

“Passámos da eletricidade para o gás natural, do continente para as regiões autónomas, depois para o mercado ibérico. Depois alargámos a nível europeu. Recentemente reforçámos a supervisão e agora temos novas competências em áreas que são de grande diversidade e que são sobretudo uma área nova para ERSE, mas a nossa perspetiva é a que sempre tivemos: fazer o nosso melhor com independência em defesa dos consumidores”, afirmou à Lusa o presidente da ERSE.

Para responder aos “novos desafios, terá que ser dotada de recursos humanos adequados. Temos pessoas qualificadas no setor da eletricidade e do gás natural e agora precisamos para o setor dos combustíveis”, declarou.

Questionado sobre este reforço de competências acontecer quando se prepara uma mudança na direção da ESRE, já que o mandato termina em janeiro, Vítor Santos disse estar “disponível para ajudar”.

Na proposta do Orçamento do Estado para 2017 (OE2017), o Governo decidiu que o setor do gás de petróleo liquefeito (GPL) em todas as suas categorias, nomeadamente engarrafado, canalizado e a granel, passa a estar sujeito à regulação do organismo liderado por Vítor Santos, que já tinha debaixo da sua alçada o gás natural.

Na sexta-feira, com a aprovação de aditamentos à proposta do OE2017, foi decidido transferir também para a ESRE as competências da unidade de produtos petrolíferos e da unidade de biocombustíveis, que estavam na Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis.

A ERSE vai também passar a regular os setores do gás e dos combustíveis derivados do petróleo e biocombustíveis.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

ERSE precisa de “recursos adequados” devido ao reforço de competências