Espanha anuncia fundo de 10 mil milhões para apoiar empresas estratégicas

O objetivo deste fundo "é dar um apoio público provisório para reforçar a solvência das empresas não financeiras afetadas pela pandemia de covid-19".

O Governo espanhol anunciou esta sexta-feira a criação de um fundo de 10 mil milhões de euros para apoiar empresas estratégicas em dificuldades devido à crise causada pelo coronavírus, o que pode implicar a entrada do Estado no seu capital.

O objetivo deste fundo "é dar um apoio público provisório para reforçar a solvência das empresas não financeiras afetadas pela pandemia de covid-19", indicou o Governo espanhol em comunicado.

Para beneficiarem deste apoio, as empresas devem ser consideradas estratégicas, por exemplo em domínios da segurança, saúde, infraestruturas, comunicações ou "pela sua contribuição para o bom funcionamento dos mercados", adiantou o Governo, sem indicar o nome de qualquer empresa que possa ser abrangida.

Através deste fundo, o Estado subscreverá empréstimos participativos, poderá comprar dívida subordinada ou subscrever ações ou outros instrumentos de capital.

O Governo liderado por Pedro Sanchez anunciou também que vai desbloquear uma nova linha de empréstimos garantidos pelo Estado num total de 40.000 milhões de euros, destinados a apoiar os investimentos de empresas em áreas de sustentabilidade ambiental e digitalização.

Em março, Madrid já tinha disponibilizado uma linha de créditos com garantias do Estado no valor de 100.000 milhões de euros para as empresas em dificuldades.

Espanha foi um dos países europeus mais afetados pela pandemia de covid-19, com mais de 28.300 mortos.

A economia espanhola também sofre os efeitos da pandemia, uma vez que está bastante dependente do turismo e das exportações de automóveis, tendo um mercado de trabalho muito precário.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de