Alojamento local

Estas são as melhores zonas de Lisboa para investir em Alojamento Local

(Gerardo Santos / Global Imagens)
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Segundo um estudo da gestora de alojamentos locais Hostmaker, há três zonas de Lisboa onde compensa mais investir neste negócio.

O alojamento local em Lisboa está a abrandar, mas ainda há zonas da capital onde compensa investir no arrendamento de curta duração para turistas.

Segundo um estudo da plataforma Hostmaker, há três zonas de Lisboa em que o alojamento local se revela uma boa aposta: São Sebastião da Pedreira, São José e Santa Justa.

A análise da Hostmaker teve por base o preço médio por noite e a média de ocupação anual dos alojamentos.

O estudo concluiu que depois de um crescimento muito acelerado do alojamento local no centro histórico, em zonas como Alfama ou Mouraria, a melhor aposta nos últimos meses para tirar partido do turismo é a descentralização.

A análise da Hostmaker também concluiu quais são as zonas menos rentáveis de Lisboa para investir no negócio do arrendamento de curta duração: Belém e São Miguel dos Olivais são, de acordo com os especialistas em gestão de AL, as áreas menos atrativas, devido à reduzida ocupação anual das casas e ao preço praticado por noite.

Citado na nota enviada pela Hostmaker, o líder da empresa em Portugal, Leeneshwari Makhijani sublinha que “em Lisboa, o investimento deve ser realizado em zonas cujo balanço entre a ocupação média e o preço determinado seja mais positivo e ambicioso, por isso aproveitando zonas com potencial igual ou melhor que o centro histórico”.

A Hostmaker gere 200 alojamentos locais em Portugal, onde entrou no início de 2018. A empresa está presente em nove cidades, como Madrid, Roma, Paris ou Banguecoque, e destaca que é em Lisboa que o negócio cresce mais depressa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Estas são as melhores zonas de Lisboa para investir em Alojamento Local