Emprego

Europa procura portugueses com habilitações elevadas

A profissão de enfermeiro é das mais procuradas. Fotografia: Direitos Reservados
A profissão de enfermeiro é das mais procuradas. Fotografia: Direitos Reservados

O programa Your First Eures Job tem mais de dez mil vagas disponíveis para jovens entre os 18 e 35 anos

O Eures, portal europeu de mobilidade profissional e que em Portugal é coordenado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), já disponibilizou mais de 3750 ofertas de emprego para portugueses desde o auge da crise (2014) até à atualidade. E não são para profissionais com baixas qualificações. Os países europeus procuram essencialmente enfermeiros, farmacêuticos, programadores de software, engenheiros, chefes de cozinha e motoristas. Neste ano já entraram 336 ofertas de emprego para nacionais.

Segundo dados do IEFP, tem-se verificado uma procura crescente por profissionais com habilitações mais elevadas, com as ofertas para perfis com qualificação superior a valerem mais de 50% do total de vagas disponíveis, com destaque para a licenciatura (mais de 35% das ofertas divulgadas), seguindo-se o mestrado (mais de 10%) e o bacharelato (cerca de 6%). Ainda assim, os empregos para níveis de qualificação mais baixo (entre o nono e o décimo segundo ano de escolaridade) representam perto de 24% do universo de vagas disponíveis.

Procura de jovens
De 2014 até à data, o IEFP contabiliza 655 trabalhadores colocados através da rede Eures, mas alerta que este registo é incompleto e inferior aos dados reais, pois muitos trabalhadores não comunicam a concretização da colocação. Este é um constrangimento comum a todos os países que integram a plataforma (os 28 da União Europeia e ainda a Suíça, Islândia, Liechtenstein e Noruega).

A Alemanha é o país que mais procura trabalhadores nacionais, seguido logo pela Bélgica, Irlanda, França e Reino Unido. Mas as ofertas de trabalho chegam também de geografias menos evidentes como a Suécia, Noruega, Dinamarca e Malta. Os empregadores optam por ofertas com contrato sem termo (73,1% das ofertas), embora 24,4% proponha a termo certo e apenas 2,5% sem prazo definido.

O programa Your First Eures Job, concebido para ajudar os jovens entre os 18 e os 35 anos dos países da rede Eures a encontrar um emprego ou estágio neste território, tem mais de dez mil vagas disponíveis, com o Reino Unido a liderar a oferta. As funções mais requisitadas prendem-se com atividades humanas e sociais, informação e comunicação e administrativas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EPA/MICHAEL REYNOLDS

Ação climática. Portugal vai ter de gastar mais de um bilião de euros

EPA/MICHAEL REYNOLDS

Ação climática. Portugal vai ter de gastar mais de um bilião de euros

2. Fazer pagamentos à frente do empregado

Consumo: seis em cada 10 portugueses paga as compras a prestações

Outros conteúdos GMG
Europa procura portugueses com habilitações elevadas