Eurovisão

Eurovisão: Hotéis de 4 estrelas são os mais procurados com ocupações de 90%

Altice Arena recebe Festival da Eurovisão de 7 a 12 de maio. Fotografia: PAULO SPRANGER/Global Imagens
Altice Arena recebe Festival da Eurovisão de 7 a 12 de maio. Fotografia: PAULO SPRANGER/Global Imagens

A realização do Festival Eurovisão da Canção em Lisboa tem um "grande impacto" na hotelaria, sobretudo a final, segundo a AHP.

A realização do Festival Eurovisão da Canção em Lisboa tem um “grande impacto” na hotelaria, sobretudo a final, com as reservas a indicarem que os quatro estrelas serão os mais procurados, com ocupações de 90%, segundo a AHP.

“Como sempre, dados rigorosos só depois do evento fechado. No entanto, temos uma elevada previsão de taxa de ocupação entre 08 e 12 de maio, mas especialmente nos dias 11 e 12. Mais de 75% destas unidades dizem que vão ter uma ocupação de entre 74% a mais de 80%”, disse a presidente da direção executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Cristina Siza Vieira, em declarações à Lusa.

A responsável acrescentou que “quem sinaliza taxas de ocupação superiores são as unidades de quatro estrelas”, com três quartos da amostra a apresentarem nestes dias taxas de ocupação de 90%, e superiores para dia 12, quando acontece a final da Eurovisão.

Os dados são indicados pelo “Future Monitor” da AHP feito em abril para maio, para Lisboa, que conta na amostra com 80 hotéis de vários segmentos, uma ferramenta que faz as previsões tendo em conta pré-reservas e reservas efetivas.

“Os [hotéis] quatro estrelas são, efetivamente, os mais procurados, e melhor ainda no fim de semana. Há uma previsão de grande impacto deste evento”, refere Cristina Siza Vieira, mas sublinhando que “maio já é todos os anos tradicionalmente um mês muito forte” para a hotelaria na capital.

Segundo a AHP, em 2014 o setor registou uma taxa de ocupação de 89%, em 2015 de 90% e em 2016 e 2017 de 89%.

“Maio era um mês muito de eventos e negócios em Lisboa. O que é diferente é que agora é mais lazer do que antes”, explicou.

Questionada sobre se à semelhança de outros eventos os preços médios vão subir este mês, dada a elevada procura, Cristina Siza Vieira diz que “é natural que este ano se verifique a mesma subida [do ano passado]”, e que “não é expectável um salto muito grande”.

O preço médio por quarto vendido em 2014 foi de 96 euros, em 2015 de 94 euros, em 2016 de 104 euros e em 2017 subiu para os 117 euros.

Também a plataforma Airbnb refere que as pesquisas por alojamentos em Lisboa para a semana do Festival da Eurovisão 2018 aumentaram 42% face a igual período de 2017.

“A elevada procura por alojamento através da Airbnb para a semana entre 08 e 13 de maio faz com que estejam apenas disponíveis 15% dos alojamentos em Lisboa anunciados na plataforma, com preços médios de 63 euros por noite para um quarto privativo e de 150 euros por noite para um apartamento com dois quartos em uso exclusivo. Durante o fim de semana em que se realiza a final do festival a disponibilidade será ainda mais baixa: apenas 10% de todos os alojamentos anunciados na plataforma estão disponíveis para reserva”, refere a Airbnb.

Já um novo relatório da eDreams, “a maior agência de viagens online da Europa”, indica que, de 07 a 13 de maio, Lisboa vai receber mais 37% de visitantes internacionais do que em igual período do ano anterior.

Para a 63.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, realizado pela União Europeia de Radiodifusão (EBU, na sigla em inglês) em parceria com a RTP, em Lisboa, são esperados mais de dois mil profissionais relacionados com a iniciativa e 1.500 jornalistas, além de 30.000 fãs e visitantes.

A Altice Arena, no Parque das Nações, será, em 08, 10 e 12 de maio, o palco das semifinais e da final do concurso, disputado por 43 países.

De acordo com a RTP, “os bilhetes para os três espetáculos da Grande Final do Festival Eurovisão da Canção 2018 já se encontram esgotados”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Eurovisão: Hotéis de 4 estrelas são os mais procurados com ocupações de 90%