Riqueza

Ex-mulher de Bezos vai doar metade da fortuna à caridade

Em abril, o casal Bezos anunciou o seu divórcio. 
REUTERS/Danny Moloshok
Em abril, o casal Bezos anunciou o seu divórcio. REUTERS/Danny Moloshok

MacKenzie Bezos juntou-se à campanha "Giving Pledge", movimento lançado por Warren Buffet e Bill e Melinda Gates.

Depois do divórcio milionário, a ex-mulher de Jeff Bezos, o CEO da Amazon e o homem mais rico do mundo, prometeu canalizar metade da sua fortuna de 36 mil milhões de dólares (32,24 mil milhões de euros) para a caridade.

MacKenzie Bezos foi uma das 19 pessoas que se juntou à campanha “Giving Pledge” (“Fazer promessa”, em português), iniciativa anunciada em 2010 pela Berkshire Hathaway Inc’s Buffett e pelo co-fundador da Microsoft, Bill Gates, de acordo com a Reuters. A campanha incentiva os mais ricos a doar mais de metade das suas fortunas durante as suas vidas ou nos seus testamentos.

“Tenho uma quantidade desproporcional de dinheiro para compartilhar”, disse MacKenzie Bezos em comunicado. “A minha abordagem para a filantropia continuará a ser cuidadosa. Vai levar tempo, esforço e cuidado”.

Leia também: Estes são os divórcios mais caros de sempre

MacKenzie Bezos tornou-se na terceira mulher mais rica do mundo, segundo a revista Forbes, adquirindo uma posição de 4% na Amazon avaliada em 36 mil milhões de dólares, depois do acordo de divórcio em abril deste ano.

A campanha “Giving Pledge” conta com 204 signatários de 23 países dos mais variados setores como finanças, tecnologia, saúde e imobiliário. A promessa que os signatários fazem é “um compromisso moral e não um contrato lega”, lê-se no seu site.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
Ex-mulher de Bezos vai doar metade da fortuna à caridade