Exportações cresceram 7% na zona euro

A exportação de bens na Zona euro registou em julho um crescimento homólogo de 7%, permitindo que o excedente comercial tivesse atingido os 31,4 mil milhões de euros, bem acima dos 21,2 mil milhões contabilizados um ano antes.

As estimativas do Eurostat sobre o comércio internacional, divulgadas esta terça-feira, indicam que em julho as exportações de bens da zona para o resto do mundo ascenderam a 185,2 mil milhões de euros, o que reflete um crescimento de 7% em termos homólogos. No mesmo período, as importações totalizaram 153,8 mil milhões de euros, ou seja, mais 1% do que o valor observado em julho do ano passado.

Já no que diz respeito aos resultados do comércio internacional do conjunto de 28 Estados da União Europeia, os dados do Eurostat dão conta de um excedente no comércio internacional de bens de 12,9 mil milhões de euros, que compara com 1,2 mil milhões em julho de 2014.

Para este excedente comercial contribuíram os 162,1 mil milhões de vendas de bens da UE ao resto do mundo, depois de há um ano terem totalizado 151,3 mil milhões de euros. Já a fatura das compras ao exterior regista uma ligeira descida passando de 150 mil milhões em julho de 2014 para 149,2 mil milhões este ano.

Na zona euro como na UE, a fatura das importações está influenciada pela descida do preço do petróleo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

BCP, Berardo e calúnias. As explicações de Constâncio no inquérito à CGD

Outros conteúdos GMG
Exportações cresceram 7% na zona euro