exportações

Exportações de componentes automóveis batem recorde absoluto

Produção automóvel cai e exportação sobe

As exportações de componentes automóveis atingiram o recorde absoluto no primeiro semestre do ano. Um crescimento de 68% desde 2010.

As exportações de componentes automóveis atingiram o recorde absoluto, até junho, a representarem 4.300 milhões de euros. Os dados divulgados pela AFIA (Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel) revelam um crescimento de 8,1% quando comparado com o mesmo período do ano passado, e de 68% em relação a 2010, ano em que se fixou nos 2.560 milhões de euros. A exportação destes produtos representa 15% do total das exportações de bens transacionáveis em Portugal.

Em relação ao destino destes componentes, é para o continente europeu que vai a maior parte das exportações, 71% contra 29% ainda por cá e no resto do mundo. Na Europa, a vizinha Espanha lidera a lista, seguindo-se a Alemanha, França e Inglaterra. Destaca-se ainda a importação de países como os Estados Unidos da América, Marrocos, Turquia, Coreia do Sul e China.

No mesmo período, também as exportações de bens transacionáveis seguiram uma tendência positiva, a crescer 6,6%, o que representa um peso de 29.500 milhões de euros nas exportações.

Estes resultados apresentados pela AFIA foram calculados a partir das estatísticas do Comércio Internacional de bens, recentemente divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Novo Banco prevê redução de 1,7 mil milhões de malparado em 2020

Sede do Novo Banco, ex-BES, na Avenida da Liberdade.
(Ângelo Lucasl / Global Imagens )

Novo Banco não afasta que possa vir a pedir mais capital ao Fundo de Resolução

Exportações de componentes automóveis batem recorde absoluto