Ambiente

Fatura da água será mais cara em tempo de seca

chuveiro banho agua

Proposta de alteração das tarifas quando há escassez ou muita procura. Alojamento local e condomínios vão pagar mais.

A fatura da água e do saneamento poderá aumentar em tempo de seca. Os municípios e as entidades gestoras terão liberdade para alterar as tarifas “em função do período do ano”, em caso de “escassez de recursos hídricos” ou de “flutuações elevada da procura de ordem sazonal”. A medida está inscrita no projeto de regulamento tarifário dos serviços de águas. O documento, elaborado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), está em consulta pública até 15 de março. Deverá ser publicado este ano e as novas regras vigorarão a partir de janeiro de 2021.

Leia a notícia completa no Jornal de Notícias

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Orçamento suplementar mantém despesa de 704 milhões de euros para bancos falidos

Jorge Moreira da Silva, ex-ministro do ambiente

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Acordo PS-PSD. “Ninguém gosta de um planalto ideológico”

Mario Draghi, presidente do BCE. Fotografia: Reuters

Covid19. “Bazuca financeira tem de fazer mira à economia, desigualdades e clima”

Fatura da água será mais cara em tempo de seca