fatura da sorte

Fatura da Sorte custa 3,26 milhões até abril de 2018

Fatura da sorte tem primeira edição extra

Sorteio dá 35 mil euros semanais em Certificados do Tesouro Poupança Mais

A Fatura da Sorte vai custar 3,26 milhões de euros ao Estado em 2017 e 2018, segundo uma portaria publicada esta terça-feira em Diário da República.

A Autoridade Tributária e Aduaneira fica autorizada a repartir os gastros decorrentes da atribuição dos prémios nos termos deste sorteio, que não podem exceder os 2,56 milhões em 2017 e os quase 700 mil euros em 2018, já com imposto de selo. Os valores definidos para 2018, contudo, são só até abril.

A Fatura da Sorte atribui todas as semanas um prémio de 35 mil euros em certificados do Tesouro Poupança Mais e 50 mil euros em sorteio extraordinário. Em abril do ano passado foi mudado o prémio, de carros Audi A4 e A6 para os certificados do tesouro. Estes certificados têm de ser mantidos durante um ano.

O Diário da República revela também que a Autoridade Tributária e Aduaneira fica autorizada a comprar mainframe e software e assistência técnica num valor total com IVA de 1,7 milhões de euros, repartido pelos próximos três anos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
Fatura da Sorte custa 3,26 milhões até abril de 2018