fatura da sorte

Fatura da Sorte dá pela primeira vez dívida em vez de carros

"Fatura da Sorte" foi lançado em 2014
"Fatura da Sorte" foi lançado em 2014

O primeiro sorteio da Fatura da Sorte com Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) como prémio, em vez de automóveis, tem lugar esta quinta-feira.

O primeiro sorteio da Fatura da Sorte com Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) como prémio, em vez de automóveis, tem lugar esta quinta-feira.

A alteração do prémio, aprovada em Conselho de Ministros, é justificada pelo Governo com a natureza do prémio até agora utilizado — um veículo automóvel — que não é “a mais adequada”, sendo os novos prémios de certificados a atribuir aos vencedores do sorteio de valor equivalente ao do automóvel, que ronda os 40 mil euros.

A mudança do prémio para títulos de dívida destinados à poupança, emitidos pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP, traduz-se numa “simplificação dos procedimentos”, explicou o Governo.

“Tem ainda a virtualidade de estimular o aforro das famílias e promover os produtos de poupança do Estado, mantendo-se o objetivo de promover a cidadania fiscal dos contribuintes no combate à economia informal e na prevenção da evasão fiscal”, adiantou o executivo em comunicado.

Com concursos regulares, que se realizam semanalmente, e um concurso semestral, que se realiza em junho e dezembro, o sorteio Fatura da Sorte foi criado pelo anterior governo de Pedro Passos Coelho para incentivar os contribuintes a pedirem fatura, sendo desde 2014 o prémio atribuído um automóvel.

Em 2015 foram sorteados 52 automóveis de gama alta e no final do ano foram ainda sorteados três automóveis Audi A6 no sorteio extraordinário, de 30 de dezembro.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Plasticos

Garrafas de plástico a troco de descontos nos supermercados só em março

rui

Rui Rio reeleito quer “começar a ganhar o país” com o PSD

Foto: DR

Portugueses gastam 196 milhões em comida pronta nos supermercados

Fatura da Sorte dá pela primeira vez dívida em vez de carros