Impostos

Fisco avança com inspeções “amigáveis”

Autoridade Tributária deu dias extra para o registo de faturas

Ações incidem sobre cerca de 80 mil empresas, na sua maioria no setor da construção civil, restauração e alojamento.

Nos próximos dias, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) vai fazer um conjunto de inspeções a empresas que abriram atividade no último ano. Segundo o Jornal de Negócios, estas inspeções têm um caráter “amigável”, já que se destinam a incentivar as empresas a cumprir as suas obrigações, sobretudo em sede de IVA, alertando para falhas e esclarecendo dúvidas.

São cerca de 80 mil empresas, na sua maioria no setor da construção civil, restauração e alojamento. “Tradicionalmente, atuava-se depois de verificados os factos tributários, através do controlo das declarações dos contribuintes (ou a falta delas) e apurando as correções devidas”, explicou fonte oficial da AT, citada pelo mesmo jornal.

Agora, o objetivo passa por “apoiar desde o início” os contribuintes que entraram recentemente no sistema fiscal. Fonte da AT garante que as ações não visam arrecadar receita fiscal, mas sim melhorar o “acompanhamento dos novos operadores económicos”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Vista aérea da Praça dos Restauradores em Lisboa, Portugal, 24 Março de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A economia entrou em estado de quarentena

Lisboa, 10/05/2019 - Vida do Dinheiro (DN-TSF) - Isabel Furtado, presidente da Cotec e da TMG.
Isabel Furtado
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Covid-19: “Medidas têm de ser estratégicas e não apenas imediatas e impulsivas”

Ursula  von der Leyen, presidente da Comissão Europeia. Fotografia: Kenzo Tribouillard/AFP

Comissão Europeia vai rever proposta de orçamento da UE

Fisco avança com inspeções “amigáveis”