Impostos

Fisco avança com inspeções “amigáveis”

Autoridade Tributária deu dias extra para o registo de faturas

Ações incidem sobre cerca de 80 mil empresas, na sua maioria no setor da construção civil, restauração e alojamento.

Nos próximos dias, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) vai fazer um conjunto de inspeções a empresas que abriram atividade no último ano. Segundo o Jornal de Negócios, estas inspeções têm um caráter “amigável”, já que se destinam a incentivar as empresas a cumprir as suas obrigações, sobretudo em sede de IVA, alertando para falhas e esclarecendo dúvidas.

São cerca de 80 mil empresas, na sua maioria no setor da construção civil, restauração e alojamento. “Tradicionalmente, atuava-se depois de verificados os factos tributários, através do controlo das declarações dos contribuintes (ou a falta delas) e apurando as correções devidas”, explicou fonte oficial da AT, citada pelo mesmo jornal.

Agora, o objetivo passa por “apoiar desde o início” os contribuintes que entraram recentemente no sistema fiscal. Fonte da AT garante que as ações não visam arrecadar receita fiscal, mas sim melhorar o “acompanhamento dos novos operadores económicos”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Sarah Costa/Global Imagens

Tomás Correia, Montepio e BNI Europa. O que está por detrás das buscas

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão (E), fala durante a sua audição perante a Comissão de Orçamento e Finanças, conjunta com a Comissão de Administração Pública, Modernização Administrativa, Descentralização e Poder Local, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de janeiro de 2020. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Governo volta a negociar aumentos de 2020 com funcionários públicos

Greve escola função pública

Último ano da geringonça foi o de maior contestação na função pública

Fisco avança com inspeções “amigáveis”