Fisco nas praias para caçar vendedores ambulantes

Fisco vai fiscalizar desde concessões de praia a vendedores de bolas de berlim para caçar falta de licenças ou fugas à faturação

O fisco vai de férias com os portugueses para as praias do Algarve numa nova ação de fiscalização, que pretende combater a fraude e evasão fiscal, diminuindo a economia paralela.

A ação "Pé na Areia" vai acompanhar o verão dos portugueses até ao encerramento da época balnear e incidirá sobre as atividades de apoio balnear e serviços conexos, como recreativas, desportivas ou de massagens; venda ambulante e ainda atividades marítimo-turísticas.

Ou seja, os agentes tributários estarão em cima de todos os negócios que se desenvolvem no ou junto ao areal, desde as concessões de praia aos vendedores de bolas de berlim, "tendo como objetivo controlar o exercício da atividade pelos operadores e verificar o cumprimento das obrigações de faturação", refere o ministério das Finanças em comunicado.

"A presença da Inspeção Tributária e Aduaneira no terreno é indispensável para detetar, dissuadir e penalizar situações de incumprimento voluntário", acrescenta o ministério, assumindo ainda que "a promoção de um efeito dissuasor e pedagógico sobre os contribuintes, a AT contribui, desta forma, para aumentar a perceção do risco e dos custos associados ao não cumprimento".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de