FMI

FMI alerta para risco de “políticas introvertidas” e falta de reformas

Fotografia: REUTERS/Gary Cameron
Fotografia: REUTERS/Gary Cameron

O FMI afirmou que as perspectivas económicas globais "estão cada vez mais ameaçadas por políticas introvertidas e reformas paradas"

O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou hoje que as perspetivas económicas globais “estão cada vez mais ameaçadas por políticas introvertidas e reformas paradas”, no encerramento da sua assembleia anual, centrada no combate aos riscos de receitas protecionistas.

“As perspetivas estão cada vez mais ameaçadas por políticas introvertidas, incluindo o protecionismo, e reformas paradas”, refere o comunicado do Comité Financeiro e Monetário do fundo, apresentado em conferência de imprensa pelo presidente deste órgão, Agustín Carstens, e pela diretora-geral do FMI, Christine Lagarde.

O FMI defende que se utilize “todas as políticas disponíveis – reformas estruturais, orçamentais e monetárias” para revitalizar o débil crescimento mundial.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

FMI alerta para risco de “políticas introvertidas” e falta de reformas