PALOP

FMI: Foco de Portugal esteve na cooperação com os PALOP

Teresa Ribeiro, secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros

Teresa Ribeiro disse que uma das questões a debater em Washington era saber a opinião do FMI sobre as economias dos PALOP.

A secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação disse esta segunda-feira que uma das questões em debate em Washington era conhecer a opinião do FMI sobre as economias dos PALOP e atualizá-los sobre a cooperação portuguesa.

“Temos uma grande cooperação económica e financeira com os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e é de todo o interesse que o Fundo Monetário Internacional (FMI) saiba o que nós estamos a fazer e como isso pode contribuir para o cumprimento de determinadas metas”, disse Teresa Ribeiro à Lusa, no final dos Encontros da Primavera, que terminaram hoje em Washington.

Durante a estadia na capital norte-americana, a governante tinha agendado encontros os vice-presidentes do Banco Mundial Mahmoud Mohieldin e Manuela Ferro, para além do vice-presidente da International Finance Corporation Sérgio Pimenta, para “explorar oportunidades de parceria com Portugal no domínio da cooperação para o desenvolvimento”.

Para Portugal, explicou Teresa Ribeiro, as reuniões com estas instituições financeiras “são úteis porque permitem a troca de informações que vão além das que transparecem nos comunicados de imprensa, e por outro lado permite fazer um exercício de advocacia sobre os PALOP e explicar o que estamos a fazer nas áreas da cooperação” com estes países.

Lembrando as regras financeiras e económicas do FMI, a governante acrescentou que Portugal “tem feito a advocacia destes países e explicado como nós olhamos e o que estamos a fazer em termos de estabilidade macroeconómica e cooperação em áreas financeiras” nos países africanos lusófonos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

BCP

BCP propõe distribuir 30 milhões em dividendos

Miguel Maya, CEO do Millennium Bcp.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Lucro do BCP sobe mais de 60% para 300 milhões em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
FMI: Foco de Portugal esteve na cooperação com os PALOP