Forte recuo nas taxas de juros de Espanha e Itália

As taxas de juro cobradas pela dívida da Espanha e da Itália caíram hoje em força, na sequência das medidas aprovadas durante a madrugada em Bruxelas, na cimeira dos países da Zona Euro.

Os líderes europeus estiveram reunidos durante a madrugada por exigência da Espanha e da Itália, tendo chegado a acordo sobre medidas de curto prazo que Madrid e Roma reclamavam para desbloquear outro dos pontos principais da agenda, um plano de medidas para o crescimento de 120.000 milhões de euros.

A possibilidade de recapitalização da banca e de intervenções dos fundos de resgate para compra de dívida nos mercados foram os compromissos a que os líderes do euro chegaram e que Espanha e Itália, em particular, esperam que tranquilizem finalmente os mercados financeiros, baixando as elevadas taxas de juro a que têm sido expostas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: José Carmo/Global Imagens

Sem acordo pós-brexit, Portugal pode exportar menos cerca de 300 milhões

marcelo

Marcelo admite possível “problema europeu” mas sem fecho de fronteiras

Foto: D.R.

PSI20 cai 2,28%. Perdas na Europa continuam devido ao coronavírus

Forte recuo nas taxas de juros de Espanha e Itália