cooperação

França e Alemanha assinam ainda este mês um novo tratado de cooperação

REUTERS/Fabrizio Bensch
REUTERS/Fabrizio Bensch

O novo tratado de cooperação, Aix-la-Chapelle, será assinado a 22 de janeiro, para "reforçar os laços já estreitos", garantiu a presidência francesa.

Emmanuel Macron e Angela Merkel vão assinar um novo tratado de cooperação franco-alemã a 22 de janeiro, para “reforçar os laços já estreitos” entre os dois países, anunciou esta terça-feira a presidência francesa.

O tratado vai designar-se de Aix-la-Chapelle, segundo o Palácio do Eliseu, que evoca o encontro entre o Presidente francês e a chanceler alemã a 10 de maio passado naquela cidade alemã, em alemão Aachen, antiga sede do império de Carlos Magno.

Com ele, “os dois países procuram aprofundar os seus compromissos em favor da segurança e da prosperidade dos seus cidadãos no quadro de uma Europa mais soberana, unida e democrática”, lê-se num comunicado da presidência francesa.

O pacto cobrirá também aspetos de política externa, educação, cultura, clima e ambiente e cooperação da sociedade civil e terá por base o Tratado do Eliseu de 1963 assinado por Charles de Gaulle e Konrad Adenauer para marcar a reconciliação entre os dois países após a II Guerra Mundial.

Com o novo tratado, os dois maiores países da União Europeia (UE) querem “fazer face juntos aos desafios do século XXI”, explicou em Berlim o porta-voz da chanceler, Steffen Seibert.

“Projetos de cooperação, nomeadamente na defesa e no clima”, “cooperação transfronteiriça” e “convergência económica e social” estão entre os eixos abordados, segundo Paris.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Assembleia da República. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Gestores elegem medidas para o novo governo

Joana Valadares e a sócia, Teresa Madeira, decidiram avançar em 2015, depois do encerramento da empresa onde trabalhavam há 20 anos. Usaram o Montante Único para conseguir o capital necessário e a Mimobox arrancou em 2016. Já quadruplicaram o volume de negócios. (Foto cedida pelas retratadas)

Desempregados que criam negócios geram mais emprego

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

CUF vai formar alunos médicos de universidade pública

Outros conteúdos GMG
França e Alemanha assinam ainda este mês um novo tratado de cooperação