Justiça

Alta funcionária do Fisco detida em buscas da PJ por corrupção

(Gustavo Bom / Global Imagens )
(Gustavo Bom / Global Imagens )

Uma alta funcionária da Autoridade Tributária (AT) foi detida esta terça-feira na sequência das buscas da Polícia Judiciária (PJ) às Finanças.

No decurso da mesma operação efetuada pela PJ foram efetuadas buscas ao escritório de um advogado, diligência que foi confirmada à agência Lusa por fonte do Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados.

A mesma fonte adiantou que a busca da PJ realizada a um escritório de advogado foi acompanhada por um elemento da Ordem dos Advogados, mas não precisou se a diligência foi acompanhada de mandado de detenção do causídico em causa.

Em comunicado, a PJ adianta que estão em causa suspeitas de corrupção passiva para ato ilícito, corrupção ativa para ato ilícito, falsidade informática e violação de segredo de funcionário e que foram realizadas 13 buscas, domiciliárias e não domiciliárias, em Lisboa, Mafra, Coruche, Alcochete, Vendas Novas e Montijo, estando em causa crimes

A operação “Duo Facie” contou com elementos da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC/PJ), em articulação com a AT, num inquérito titulado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa.

As buscas e demais recolha de provas mobilizaram várias dezenas de elementos da Polícia Judiciária, magistrados judiciais e do Ministério Público.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(TIAGO PETINGA/LUSA)

Procuram-se especialistas para indústria em alto voo

LISBOA, 02/05/2019  - Convidado do programa “A Vida do Dinheiro” - António Bernardo
(João Silva/Global Imagens)

António Bernardo: “O modelo económico e social europeu é um modelo de futuro”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Alta funcionária do Fisco detida em buscas da PJ por corrupção