Juntas Médicas

Funcionários públicos vão ser convocados para juntas médicas por SMS

SMS

A CGA vai passar até ao final do primeiro trimestre a convocar por SMS os funcionários públicos que necessitam de ir a juntas médicas.

A Caixa Geral de Aposentações (CGA) vai passar até ao final do primeiro trimestre a convocar por SMS os funcionários públicos que necessitam de ir a juntas médicas.

Esta mudança na forma de realizar as convocatórias deverá ficar operacional até ao final do primeiro trimestre deste ano, segundo referiu Vasco Costa, diretor Central da CGA, e integra-se num processo de digitalização dos serviços desta Caixa.

Leia também: IRS: Declaração automática em 6 passos e reembolso em 15 dias

A medida permitirá agilizar e encurtar os tempos dos processos de verificação de incapacidade e, consequentemente, de atribuição das pensões por invalidez.

Outra das ferramentas integradas neste processo de digitalização é o novo simulador de pensões da CGA, que está disponível a partir de hoje para os funcionários públicos que entraram na administração pública até 31 de gosto de 1993.

O simulador será hoje apresentado oficialmente numa cerimónia que contará com a presença do ministro do Trabalho, da Solidariedade e Segurança social, Vieira da Silva, e da secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim.

Para se poder usar este simulador é necessário estar registado na CGA Direta. Vasco Costa precisou que atualmente há cerca de 250 mil registos, mas admite-se que a maior parte sejam de pensionistas, uma vez que este é um passo necessário para que possam aceder ao recibo da sua pensão.

Espera-se, por isso, que os pedidos de registo na CGA Direta aumentem nestas próximas semanas já que o universo de trabalhadores que, numa primeira fase, poderá usar o simulador para calcular o valor da sua pensão e o momento a partir do qual tem direito à pensão completa supera os 200 mil.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
16. Empregados de mesa

Oferta de emprego em alta no verão segura aumento de salários

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (Fotografia: José Coelho/ Lusa)

Marcelo aprova compra do SIRESP. Governo fica com “acrescidas responsabilidades”

draghi bce bancos juros taxas

BCE volta a Sintra para o último Fórum com Draghi na liderança

Outros conteúdos GMG
Funcionários públicos vão ser convocados para juntas médicas por SMS