Coronavírus

Fundo europeu de recuperação deverá apoiar setores como turismo e aviação

Foto: EPA/PATRICK SEEGER
Foto: EPA/PATRICK SEEGER

Instrumento ainda não está fechado em termos de montante e forma de apoio aos países membros. Proposta deverá ser conhecida a 27 de maio.

O futuro fundo europeu de recuperação económica deverá apoiar alguns setores específicos como o turismo, a aviação ou a indústria automóvel.

A indicação foi dada esta sexta-feira pelo vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis, numa resposta à eurodeputada Maria da Graça Carvalho na comissão de Indústria, Investigação e Energia.

O vice-presidente do executivo comunitário foi questionado sobre o processo de acesso às futuras verbas no sentido de “combater a burocracia e simplificar procedimentos”, de acordo com uma nota do gabinete da parlamentar portuguesa, eleita pelo PSD.

Questionado sobre os setores que o fundo de recuperação poderá apoiar, Dombrovskis nomeou alguns, como o turismo, a aviação ou a indústria automóvel, mas sublinhou também o caráter transversal do impacto sentido, revelando que quando a proposta detalhada do Fundo for apresentada pela Comissão, “no final deste mês”, a mesma incluirá “uma avaliação por setores”, acrescenta a nota do gabinete de Graça Carvalho.

Em causa está um fundo de recuperação, que de acordo com o presidente do Eurogrupo Mário Centeno, terá “doze zeros”, apontando-se para um pacote a ultrapassar os dois biliões de euros. O apoio aos países membros poderá ser feito através de subvenções (a fundo perdido) ou empréstimos.

A Comissão Europeia anunciou esta sexta-feira que vai adotar e apresentar no dia 27 de maio as suas propostas do orçamento plurianual da União Europeia para 2021-2027 e do fundo de recuperação da economia europeia no quadro da crise pandémica.

“Tenho finalmente notícias para todos os que nos têm perguntado há já bastante tempo sobre quando é que adotaríamos as nossas propostas sobre o Quadro Financeiro Plurianual e o instrumento de recuperação: a Comissão planeia agora adotar a sua proposta no dia 27 de maio”, anunciou hoje o porta-voz do executivo comunitário, Eric Mamer.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, acompanhado pela ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, momentos antes de falar aos jornalistas no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, 3 de setembro de 2020. MÁRIO CRUZ/POOL/LUSA

Défice público chega a 6,1 mil milhões em agosto, mas suaviza face a julho

Fotografia: Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens

Sinistros automóveis sem seguro custaram 4,7 milhões

Bosch testes rápidos

DGS aprova testes rápidos à covid da Bosch. Primeiro evento é a Volta a Portugal

Fundo europeu de recuperação deverá apoiar setores como turismo e aviação