Parceria

EUA. Fusão no imobiliário cria gigante de 17 mil milhões

Chineses são os maiores investidores no setor imobiliário norte-americano

Blackstone's Invitation Homes e a Starwood Waypoint preparam-se para dar origem a um gigante do imobiliário nos EUA, com cerca de 82 mil casas

Um negócio sem igual no setor imobiliário está prestes a acontecer nos Estados Unidos. A Blackstone’s Invitation Homes e a Starwood Waypoint, duas empresas que compraram milhares de casas no país durante a crise financeira mundial, estão a planear fundir-se, criando uma empresa que valerá perto de 17 mil milhões de euros.

A notícia é avançada pelo Financial Times, que dá conta de um negócio que, a concretizar-se, dará origem à maior detentora de casas arrendadas no país: Juntas, a Blackstone e a Starwood vão passar a ter um portfólio com mais de 82 mil habitações, espalhadas por um total de 17 estadosnorte-americanos.

Veja também Os alojamentos mais originais para férias


 

A fusão foi anunciada esta quinta-feira e, uma vez consumada, a Blackstone será a maior accionista, ao deter 59% da nova empresa, ficado os restantes 41% ao encargo da Starwoods. A ideia surgiu na sequência da retoma económica no setor que, apesar de ainda estar na ressaca da crise mundial, tem assistido a um novo ‘boom’ na compra e venda de habitações nos Estados Unidos.

Esta parceria, mesmo parecendo ter contornos megalómanos, acaba por ganhar uma nova dimensão quando os números são colocados em perspetiva: Mesmo com a fusão de portefólios, a Blackstone e a Starwood vão apenas deter 0.1% das mais de 90 milhões de habitações familiares e apenas 0.5% do total de casas que estão disponíveis para arrendamento.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno, preside ao Eurogrupo. Fotografia: EPA/STEPHANIE LECOCQ

Centeno pede à Grécia para acelerar no ajustamento

Patrick Drahi lidera grupo Altice. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Concorrência pode levar compra da TVI para investigação aprofundada

Fotografia: Joost de Raeymaeker/LUSA

OIT. Pobreza e precariedade no emprego vão aumentar

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
EUA. Fusão no imobiliário cria gigante de 17 mil milhões