Euro 2016

Campeões 2016. A festa na imprensa estrangeira

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Do elogio dos espanhóis à desilusão dos franceses. A festa do Euro que sagrou Portugal Campeão europeu em recortes de jornal

Portugal, por fim, campeão europeu de futebol, ainda para mais sem Cristiano Ronaldo. A frase até pode estar construída de maneiras diferentes mas é o traço comum deixado um pouco por toda a imprensa estrangeira.

Não foi só em Portugal que as manchetes se encheram para fazer a festa com os Campeões. Também lá fora, especialmente em Espanha, foi dado espaço a elogios e a euforias.

No domingo, o espanhol a Marca, abria a capa com “Queridos vizinhos, aqui vos deixamos a taça. PS: em 2020 queremo-la de volta”. Esta segunda-feira, faz justiça aos campeões: “Portugal, já não é um sonho. É real”. A capa recebe os 23 da seleção com a tão esperada taça em braços.

Marca. Já nao é um sonho é real

Ainda em Espanha, o AS repete a foto, mas muda a frase para dar espaço a Pepe: “Dissemos a Cristiano que lhe íamos dar a vitória e fizemos”, refere o jornal na primeira página, salietando a lesão de Cristiano Ronaldo aos 9 minutos.

AS.

Entretanto nas páginas online há espaço para a festa, para os melhores momentos e até para mostrar o destaque e a festa que a imprensa portuguesa também dedica aos seus jogadores. “Portugal rende-se aos seus jogadores”, diz o Mundo Deportivo, que também dá destaque ao Pepe, melhor jogador em campo nesta final do Euro 2016, e até tem uma peça com a irmã do melhor do Mundo, Cristiano Ronaldo. Na capa desta segunda-feira, o Mundo Deportivo diz: “Sem CR7, Portugal campeão”.

No Sport, o destaque também é Ronaldo. Na capa, o jogador a ser levado para fora de campo depois de uma tentativa falhada de voltar a jogo e a frase: “A Glória, sem Cristiano. Portugal não precisou de CR7 para fazer história”.

sport

O catalão L’esportiu diz “Finalmente Portugal”, sublinhando o golo decisivo de Éder e, mais uma vez, a saída dolorosa de Cristiano Ronaldo aos 25 minutos de jogo, depois de uma lesão aos 8.

Já o Super Deporte, de Valência, puxa pelas coroas da mais recente contratação: “Valência contrata um campeão”, diz sobre Nani que comprou por 8,5 milhões por três épocas.

Desolação francesa

O L’Équipe utiliza a expressão “Esmagados” para descrever a noite de ontem. À capa, o jornal francês chama a fotografia de Pogba com a camisola a tapar o rosto e refere que “depois de uma triste final”, Portugal acabou por se sagrar campeão no prolongamento.

A imagem é o rosto da tristeza visível um pouco por toda a imprensa francesa.

l_equip.750

Não é o único. O Libération coloca uma fotografia de Griezmmann, de costas, com as mãos na cabeça e diz: “como principiantes “, dizendo ainda que um “prolongamento sufocante fez França cair 1-0 perante Portugal mesmo depois da saída precoce de Ronaldo”.

liberation.750

O Le Figaro também utiliza Griezmann para a capa e em letras garrafais não deixa margem para dúvidas: “E o sonho desfez-se…”. No editorial, porém, o elogio: “A França perdeu. Felicitemos e saudemos Portugal”.

Mais uma demonstração de tristeza. O La Dépêche sublinha “Muito cruel”, com a fotografia de André Pierre Gignac que ainda atirou uma bola ao poste aos 92 minutos. Ainda “a enorme desilusão pela queda na final do Euro”, escreve o jornal francês.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Indústria do calçado. 
Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal regressou ao Top 20 dos maiores produtores de calçado

Sonae Industria

Ações da Sonae Indústria e da Sonae Capital disparam após OPA da Efanor

Alexandre Meireles, presidente da ANJE. Fotografia:  Igor Martins / Global Imagens

ANJE teme que 2021 traga “grande vaga” de falências e desemprego

Campeões 2016. A festa na imprensa estrangeira