exportações

Estas são as 10 empresas que mais exportaram em 2018

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Petrogal e Autoeuropa lideram o ‘ranking’ das 10 empresas que mais exportaram em 2018, de acordo com dados pedidos pela Lusa ao INE, no dia em que a fábrica de Palmela anunciou que representou 1,6% do PIB.

A Navigator fecha o pódio das empresas que mais exportaram em 2018, liderado pela Petrogal, que foi a principal exportadora no ano transato, seguida pela Volkswagen Autoeuropa, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) solicitados pela Lusa.

A Autoeuropa anunciou hoje que representou 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) português em 2018, tendo registado um aumento de 106% na produção relativamente a 2017.

De acordo com a administração da empresa, em 2018, a fábrica de automóveis da Volkswagen em Palmela registou também um aumento de 67% na exportação de bens e teve um impacto de 5% no valor das exportações portuguesas.

Os dados do INE mostram que a Bosch Car Multimedia Portugal, em Braga, e a empresa de pneus Continental Mabor completam o ‘top 5’ das principais exportadoras em 2018, seguindo-se a Faurécia-Sistemas de Escape Portugal, a Aptivport Services e a Visteon Electronics.

A Repsol Polímeros e a SN Maia – Siderurgia Nacional completam o ‘top 10’ das empresas que mais exportaram no ano passado.

Os dados do INE mostram que Petrogal e Volkswagen Autoeuropa foram também as empresas que mais importaram em 2018.

A Galp fecha o pódio das empresas que mais importaram no ano transato, seguida pela TAP – Transportes Aéreos Portugueses e pelo Pingo Doce.

A Mercedes Benz Portugal, a Lidl & Companhia e a Renault Portugal foram, respetivamente, a sexta, sétima e oitava empresas que mais importaram em 2018.

Faurécia e BMW Portugal fecham o lote das 10 principais importadoras portuguesas.

Estes dados podem sofrer alterações quando o INE divulgar no dia 12 de março as Estatísticas do Comércio Internacional relativas a janeiro.

No dia 28 de fevereiro, o INE confirmou que a economia portuguesa cresceu 2,1% em 2018, menos 0,7 pontos percentuais do que o registado no ano anterior e abaixo da previsão do Governo, que esperava 2,3%.

As exportações de bens e serviços cresceram 3,7% no ano transato, o pior desempenho dos últimos sete anos, desde 2012, quando aumentaram 3,4%.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença, durante a sua audição na Comissão de Saúde, na Assembleia da República, em Lisboa, 27 de fevereiro de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

ADSE já enviou novas tabelas de preços aos privados para negociação

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
Estas são as 10 empresas que mais exportaram em 2018