offshores

Os 10 paraísos fiscais mais escolhidos pelos portugueses

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Ao longo de 2017 cerca de 11 mil clientes de bancos sediados em Portugal enviaram mais de 10,6 mil milhões de euros para paraísos fiscais.

Os bancos estão obrigados a reportar às autoridades todas as movimentações de dinheiro que tenham por destino offshores ou territórios com tributação privilegiada quando o seu valor (total ou a soma de várias frações) supera os 12 500 euros.

Os seis mil clientes empresariais e cerca de cinco mil particulares fizeram passar por paraísos fiscais 10,65 mil milhões de euros. Tal como em 2016, a Suíça foi o destino que concentrou o maior volume de valores.

Esta informação tem de chegar ao fisco até 30 de junho através do Modelo 38. Segundo a AT foram várias as declarações que chegaram fora de prazo, tendo-se ainda observado várias correções aos dados inicialmente reportados, o que levou o fisco a avançar com a instauração de diversos procedimentos contraordenacionais, na sequência destas correções.

Portugal tem uma lista de critérios à luz dos quais os Estados são ou não classificados como offshores e territórios com tributação privilegiada. Atualmente há mais de 80 países com esta classificação.

Conheça na fotogaleria em cima quais são os 10 paraísos fiscais mais utilizados pelos portugueses.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(REUTERS/Tyrone Siu/File Photo)

Portugal é campeão na venda de carros elétricos, mas falta rede de carregamento

Huawei | Google | Android

Smartphones Huawei vão ser atualizados, garante a marca

Fotografia: Pedro Rocha/ Global Imagens

Taxa turística já rende 30 milhões às câmaras. É uma subida de 56%

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Os 10 paraísos fiscais mais escolhidos pelos portugueses