Catástrofe

Pedrógão. Marcelo fala ao país às 20h30

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

O incêndio, que ainda lavra, provocou 61 mortos e 57 feridos, segundo o último balanço oficial.

O Presidente da República vai fazer hoje uma comunicação ao país, pelas 20h30, sobre as consequências do incêndio que deflagrou no sábado no distrito de Leiria, que matou pelo menos 61 pessoas.

Marcelo Rebelo de Sousa vai falar a partir do Palácio de Belém, disse fonte da Presidência da República, à Lusa.

Marcelo Rebelo de Sousa dirigiu-se na madrugada de hoje para a zona do incêndio, ainda não era sabida a verdadeira dimensão da tragédia. O primeiro comunicado oficial do Governo, feito pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, dava a conta de apenas de 19 mortos e mais de 50 feridos.

Falando às televisões, Marcelo Rebelo de Sousa considerou na altura que “o que se fez foi o máximo que se podia fazer”. “Queria antes de mais apresentar os meus sentimentos aos familiares das vítimas civis, acompanhando-os na sua dor e fazendo-o em nome de todos os portugueses”, disse o Presidente.
“A palavra que quero deixar agora não é uma palavra de desânimo, é uma palavra de ânimo, de confiança, de conforto”, acrescentou o chefe de Estado.

O Governo decretou três dias de luto nacional, a partir de hoje, pelas vítimas deste incêndio e a agenda do Presidente da República está suspensa até terça-feira.

As escolas da região estão encerradas, decorrendo os exames nacionais para os alunos em data posterior.

O fogo deflagrou ao inicio da tarde de sábado numa área florestal de Pedrógão Grande, distrito de Leiria, e alastrou-se aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações ou deixando-as isoladas. Terá tido origem numa trovoada seca, que atingiu uma árvore.

Parte dos 61 mortos no incêndio serão turistas, disse a vice-presidente da Câmara de Castanheira de Pera.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Autoeuropa já conta com mais de 5700 trabalhadores. Fotografia: Pedro Saraiva

Crise na Autoeuropa põe em risco 19 fornecedores da Volkswagen

02.08_CTT

Recomendações ao Governo para reverter privatização dos CTT debatidas na AR

Foto: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Brexit: UE a 27 dá “luz verde” à segunda fase das negociações com Reino Unido

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Pedrógão. Marcelo fala ao país às 20h30