Petróleo

Galp dá mais um passo para a exploração de petróleo em Carcará, no Brasil

Galp

Empresa liderada por Carlos Gomes da Silva realça que "a área de Carcará é considerada um dos ativos mais promissores de petróleo de boa qualidade".

A Galp informou hoje o mercado que foram enviadas à Agência Nacional de Petróleo do Brasil as declarações de comercialidade da área de Carcará na bacia de Santos, mais um passo para a exploração de petróleo.

“A Galp, parceira do consórcio para o desenvolvimento dos blocos BM-S-8 e Norte de Carcará, informa que foi submetida à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) as Declarações de Comercialidade da descoberta de Carcará na bacia de Santos no pré-sal no Brasil, juntamente com o relatório final do Plano de Avaliação da Área”, informou a empresa através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Ainda segundo o comunicado, as atividades com vista à exploração de petróleo nesta área iniciaram-se em 2008, estando desde então a ser avaliados os dados sísmicos assim como a ser feita a perfuração de cinco poços, dos quais quatro já estão testados para produção.

A empresa liderada por Carlos Gomes da Silva realça que “a área de Carcará é considerada um dos ativos mais promissores de petróleo de boa qualidade”, estando localizada no pré-sal brasileiro da bacia de Santos.

A Galp Energia é uma das empresas na exploração do pré-sal brasileiro, detendo uma participação de 20% tanto no consórcio BM-S-8 como no consórcio Norte de Carcará, enquanto a norueguesa Equinor tem 40% e a norte-americana Exxon Mobil os outros 40%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Galp dá mais um passo para a exploração de petróleo em Carcará, no Brasil