Luanda Leaks

Gestor de Isabel dos Santos encontrado morto

Fotografia: EPA/TIAGO PETINGA
Fotografia: EPA/TIAGO PETINGA

Nuno Ribeiro da Cunha era responsável por gerir a conta da empresária Isabel dos Santos e foi encontrado morto

Nuno Ribeiro da Cunha, gestor privado de Isabel dos Santos no EuroBic, foi encontrado morto na noite passada na sua residência no Restelo, em Lisboa, confirmou a PSP ao DN, que relata que foram encontrados “indícios de suicídio“.

O gestor de 45 anos tinha sido ontem constituído arguido pela PGR de Angola, em conjunto com Isabel dos Santos, por alegada má gestão e desvio de fundos na petrolífera estatal Sonangol. Ribeiro da Cunha era o diretor do private banking do EuroBic, em Lisboa, e é tido na investigação como o gestor de conta da Sonangol que terá autorizado as transferências financeiras que são, agora, alvo de suspeitas.

Nuno Ribeiro da Cunha

DR

A morte acontece depois de ter sido internado a 7 de janeiro por alegada tentativa de suicídio (de acordo com o próprio) na sua residência de férias, em Vila Nova de Milfontes.

O Correio da Manhã noticia que a polícia, na altura, não ficou convencida e considerou a hipótese de tentativa de homicídio como mais provável devido ao tipo de ferimentos graves e terá mesmo confiscado o telemóvel do gestor.

O alerta terá sido dado às 22h05 e no local estiveram os bombeiros, a Polícia de Segurança Pública e a Polícia Judiciária.

Entretanto, o diretor nacional da PJ, Luís Neves, disse à Lusa que os elementos recolhidos pela Judiciária sobre a morte do diretor do private banking do EuroBic “apontam para que não haja intervenção de terceiros”.

Questionado pelos jornalistas se a PJ tinha alguma outra linha de investigação, que não a de suicídio, Luís Neves respondeu que os dados de que a PJ dispõe, não só relativos à noite passada – quando o gestor do EuroBic foi encontrado morto -, como também de outra ocorrência anterior, apontam para que “não haja intervenção de terceiros” nesta morte.

(atualizado com declarações do diretor nacional da PJ)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Turismo em crise já pensa no day after

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Governo estima que mais de um terço dos empregados fique em lay-off

Mário Centeno, Ministro das Finanças.
Fotografia: Francois Lenoir/Reuters

Folga rara. Custo médio do petróleo está 10% abaixo do previsto no Orçamento

Gestor de Isabel dos Santos encontrado morto