Alimentação

Go Natural duplica supermercados e marca bilhete para Barcelona

go natural

Marca detida a 51% pela Sonae fechou 2018 a crescer mais de 15% e neste ano antecipa “aceleração significativa”. 

A Go Natural tem um plano de expansão vitaminado para este ano: quer duplicar o número de supermercados biológicos na Grande Lisboa e Grande Porto, abrir sete novos restaurantes, um deles no aeroporto de Barcelona. “A aposta passa pelo alargamento da rede de supermercados com restaurante e aberturas de restaurante no canal corporate e ginásios, sempre na zona da Grande Lisboa e Grande Porto”, revela Frederico Paiva, diretor de área de negócio de nutrição saudável da Sonae MC. A cumprir-se o plano, a cadeia fecha o ano com 16 supermercados Go Natural, 27 restaurantes e fornecimento de refeições a cinco escolas.

A marca não adianta o valor de investimento neste plano de expansão, mas no ano passado, na reformulação da quase totalidade dos seus restaurantes (20), investiu meio milhão de euros. Em 2018, a Go Natural abriu cinco novos pontos de venda, incluindo um supermercado no Porto, passou a fornecer refeições em duas novas escolas e abriu o primeiro restaurante em Espanha, no aeroporto de Barcelona, em parceria com o grupo Ibersol/Eat Out.

Aeroportos e voos da TAP

Barcelona marca o regresso ao mercado externo, depois da saída do Brasil, mercado onde entrou em 2013 com a abertura de um espaço em São Paulo, onde chegou a anunciar a vontade de abrir até 50 lojas. “A Go Natural saiu do mercado brasileiro, embora a aceitação da marca tenha sido muito boa”, diz Frederico Paiva. “Atualmente, tem apenas uma loja fora de Portugal, prevendo-se a abertura da segunda unidade em março – também no aeroporto de Barcelona.”

Os aeroportos fazem parte da estratégia da marca detida a 51% pela Sonae, com o restante capital nas mãos dos dois sócios fundadores Joana e Diogo Martorell. Neste momento, tem outras duas no aeroporto da Portela. “Há planos para novas aberturas, assim as oportunidades surjam”, diz Frederico Paiva, sem mais detalhes.

A Go Natural está presente nos voos da TAP desde 2018 com oferta de wraps, através de um parceiro certificado (o LSG Group). “Somos uma marca vincadamente B2C, mas hoje é evidente que outros canais seguem esta tendência de crescimento”. Desde 2009 que fornece catering para o canal corporativo, tendo uma “unidade de produção específica de catering, bem como equipa de headoffice dedicada a este negócio”, fornecendo 2500 refeições diárias em cinco escolas.

Em 2019, a empresa quer reforçar a venda de produtos (sopas, sumos e refeições prontas) em “mais 50 pontos de venda Continente, Modelo e Continente Bom Dia, na Grande Lisboa e Algarve”.

A Go Well (que detém a Go Natural) tem 250 trabalhadores, tendo fechado o ano passado a crescer “mais de 15%”. “Para 2019, antecipa-se uma aceleração muito significativa.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
António Costa, primeiro-ministro português, em Bruxelas. EPA/CHRISTIAN HARTMANN / POOL

O que já se sabe que aí vem no Orçamento para 2020

A coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Os 0,3% que acabaram com a paz entre função pública e governo

Marcelo Rebelo de Sousa, Christine Lagarde e Mário Centeno. Fotografia: MIGUEL FIGUEIREDO LOPES/LUSA

Centeno responde a Marcelo com descida mais rápida da dívida

Outros conteúdos GMG
Go Natural duplica supermercados e marca bilhete para Barcelona